Notícias

16
Abr

Oficinas de Artesanato

No dia 16 de abril de 2024, a ADRAT leva ao Centro Escolar de Chaves oficinas de artesanato para que as crianças possam ter contacto e experienciem atividades de olaria e cestaria.

Estas ações decorrem no âmbito do Projeto Local CraftUp, um projeto de Cooperação LEADER – PDR2020.

 

 

 

  

11
Abr

21 de abril | Oficinas de Artesanato | Local CraftUp

Ao abrigo do projeto Local CraftUp, a ADRAT como entidade parceira, levará a cabo a organização e dinamização de oficinas de artesanato, que terão lugar no dia 21 de abril de 2024, na Sala Amarela/INDIEROR, na Rua Direita n.º143 R/C, em Chaves.

Os interessados deverão realizar a sua inscrição nos seguintes formulários:

 

Sessão 1
09h30 – 11h00
“Discover Olaria – Um workshop que não é um workshop”
https://forms.gle/BkLeDRVEGPYienbw6

Sessão 2
11h30 – 13h00
“Discover Olaria – Um workshop que não é um workshop”
https://forms.gle/SuFtybgW6QiF6yLx7

Sessão 3
14h30 – 16h00
“Discover Burel”
https://forms.gle/UUVpw9B8GoDbE5N68

Sessão 4
16h30 – 18h00
“Discover Burel”
https://forms.gle/NXNbAUBDBYp24p7t9

10
Abr

18 de abril | Seminário e Mostra de Produtos | Local CraftUP

No âmbito do Projeto Local CraftUP, Cooperação LEADER, apoiado pelo PDR2020, será realizado um Seminário, juntamente com uma Mostra de Produtos artesanais, no dia 18 de abril de 2024, pelas 14h00, na Sala Multiusos do Centro Cultural de Chaves.

No evento será apresentada a Rota dos Artesãos do Alto Tâmega e Barroso, bem como será abordado o tema de “Empreendedorismo no Artesanato Português”.

Pode consultar o programa: Programa_LocalCraftup

 

2
Abr

Esclarecimentos | Desafios para a Agricultura do Barroso

No próximo dia 11 de abril, o projeto Rural On – Agricultura Conectada, promovido pela APPITAD em parceria com o MORE CoLAB, desloca-se a Montalegre para mais uma sessão de esclarecimentos, desta vez sobre os Desafios para a Agricultura do Barroso.

A partir das 10h30, o Pavilhão Multiusos de Montalegre recebe as seguintes intervenções:
• Gestão de Pastagens de Montanha – Carlos Aguiar (IPB)
• Políticas Agrícolas para o Barroso – Adelino Bernardo (CCDRN)
• Desafios da Sanidade Animal no Barroso – Bárbara Vaz Pereira (CoopBarroso)

Esta sessão de esclarecimentos conta com o apoio da Associação de Desenvolvimento da Região do Alto Tâmega (ADRAT) e do Município de Montalegre.

 

7
Dez

ADRAT | Seminário de encerramento EEC PROVERE AQUANATUR

A ADRAT – Associação de Desenvolvimento da Região do Alto Tâmega organizou no passado dia 5 de dezembro o seminário de encerramento EEC PROVERE AQUANATUR.

O evento, realizado na sede da ADRAT teve como objetivo de apresentar os resultados alcançados com a implementação programa PROVERE nesta região e contou com a presença de todos os municípios do Alto Tâmega e Barroso, a Comunidade Intermunicipal do Alto Tâmega e Barroso e a CCDR-Norte, I.P., representada pelo Eng.º Rui Monteiro.

6
Dez

Aberta a votação do público para seleção do Prémio Europeu LEADER

 

No quadro do Congresso Europeu LEADER, organizado pela ELARD – European LEADER Association for Rural Development , em conjunto com o Comité Europeu das Regiões (CoR) e o Conselho Económico e Social Europeu (CESE), nos dias 18 e 19 de Dezembro, em Bruxelas, estão a ser promovidos os Prémios Europeu LEADER.

O objetivo é distinguir um conjunto de projetos, apoiados no âmbito da abordagem LEADER durante o período de programação 2014-2020, que correspondam a operações com especial impacto no território/comunidade (pelo aproveitamento das oportunidades ou a atenuação de dificuldades ou constrangimentos), que pautem pela inovação e a diferenciação ou que possam ser facilmente replicáveis.

Para conhecer os projetos que estão a concurso consulte a notícia completa aqui: https://www.minhaterra.pt/aberta-a-votacao-do-publico-para-selecao-do-premio-europeu-leader.T14512.php

Os premiados serão anunciados no dia 18 de dezembro, numa sessão a decorrer no hemiciclo do Parlamento Europeu.

 

 

30
Nov

Conselho da UE adota conclusões sobre a Visão de Longo Prazo para as Zonas Rurais

 

O Conselho da União Europeia adotou por unanimidade, no dia 20 de novembro, na reunião do Conselho de Agricultura e Pescas, as suas conclusões sobre a Visão de Longo Prazo para as Zonas Rurais da União Europeia.

Entre os 37 pontos das conclusões destacam-se, entre outros, a necessidade de um desenvolvimento territorial equilibrado e integrado, ancorado em abordagens de base local, que permitam explorar ao máximo o potencial das zonas rurais para promover a sua diversificação económica, a importância do aproveitamento das oportunidades existentes nas zonas rurais através de estratégias integradas de desenvolvimento local de base comunitária (DLBC) e da melhoria do acesso ao apoio financeiro e técnico e ao reforço das capacidades a nível local, o reconhecimento do papel dos Grupos de Ação Local para o desenvolvimento rural no âmbito da abordagem LEADER/DLBC, a importância do reforço da participação cidadã na definição das políticas, a necessidade de uma maior atenção à inovação de base local, através de estratégias de “Smart Villages” ou a premência de uma maior cooperação entre as zonas rurais e urbanas.

Para ler o artigo na integra: https://www.minhaterra.pt/conselho-da-ue-adota-conclusoes-sobre-a-visao-de-longo-prazo-para-as-zonas-rurais.T14509.php

 

15
Nov

PDR2020 | PALT DE DATAS – REGRAS MAIS EXIGENTES PARA INÍCIO DAS OPERAÇÕES DE INVESTIMENTO

 

O PDR2020 entrou na sua reta final, exigindo absoluta celeridade no arranque da execução dos projetos, condição urgente e crucial para assegurarmos a execução integral do Programa.

É, por isso, imperativo que as atuais regras para as prorrogações das datas de início de execução dos projetos, que se manterão em vigor, sejam complementadas com as necessárias disposições mais restritas. Assim, informamos que a partir do dia 8 de novembro de 2023, passam ser aplicados os seguintes limites:

– A data de início só pode ser prorrogada uma vez. Nos casos em que a data de início já tenha sido prorrogada, e não tenha sido atingido o número limite de pedidos de alteração de datas, é possível solicitar uma nova, e única, prorrogação do início da execução do projeto.

– Para projetos que tenham previstas plantações, o prazo limite de início pode ser prorrogado no máximo até 02.05.2024, mediante apresentação do comprovativo da encomenda das plantas.

– Para projetos que não tenham previstas plantações, o prazo limite de início pode ser prorrogado no máximo até 3 meses após a decisão do pedido de alteração, não podendo ser excedido o limite de 02.05.2024.

8
Nov

Dia Europeu da Alimentação e da Cozinha Saudáveis

O Dia Europeu da Alimentação e da Cozinha Saudáveis, que se comemora a 8 de novembro de cada ano,  surgiu de uma iniciativa da Comissão Europeia com o objetivo de promover a alimentação saudável e combater o contínuo aumento da obesidade infantil na Europa, estimulando o conhecimento e o interesse das crianças pelos alimentos que ingerem no dia-a-dia. A Dieta Mediterrânica é um padrão alimentar que caracteriza o nosso país, e no qual se destaca a sustentabilidade e a promoção de uma vida mais saudável. Em Portugal a Dieta Mediterrânica assenta em 10 princípios:

  1. Frugalidade e cozinha simples;
  2. Elevado consumo de produtos vegetais;
  3. Consumo de produtos vegetais produzidos localmente, frescos e da época;
  4. Consumo de azeite como principal fonte de gordura;
  5. Consumo moderado de laticínios;
  6. Utilização de ervas aromáticas para temperar em detrimento do sal;
  7. Consumo frequente de pescado e baixo de carnes vermelhas;
  8. Consumo baixo a moderado de vinho e apenas nas refeições principais;
  9. Água como principal bebida ao longo do dia;
  10. Convivialidade à volta da mesa.
16
Out

PNAES | Dia Mundial da Alimentação

A ADRAT, em parceria com a CIMAT e a colaboração do Município de Montalegre, celebrou o Dia 16 de Outubro, em que se comemora o Dia Mundial da Alimentação, junto dos alunos do pré-escolar e do 1º ciclo do Agrupamento de Escolas Dr. Bento da Cruz, através de uma atividade lúdico-pedagógica. Nesta atividade, foram transmitidos conhecimentos sobre a Dieta Mediterrânica, alimentação saudável e sustentável bem como o consumo local, através de um jogo onde o espírito crítico e o reforço do envolvimento das crianças no cultivo, preparação e consumo de produtos locais tiveram um papel central. Foi ainda distribuído um livro com ilustrações e desafios que os alunos puderam levar para casa e desta forma dar a possibilidade de envolver os encarregados de educação na comemoração do Dia Mundial da Alimentação.