Notícias

26
Jan

FAO declara 2023 Ano Internacional do Milho Painço

 

2023 é o Ano Internacional do Milho Painço, promovido pela Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura, FAO, conforme decisão tomada na 75.ª Assembleia Geral, em março 2021. Este Ano Internacional pretende divulgar formas de produção sustentável de milho painço, destacando o potencial deste cereal para oferecer novas oportunidades de mercado para produtores e consumidores.

É uma oportunidade única para sensibilizar e dirigir a atenção política para os benefícios nutricionais e sanitários do consumo do milho painço, bem como a sua aptidão para o cultivo em condições climáticas adversas.

Os painços abrangem um grupo diversificado de cereais de grande potencial, e são uma importante fonte de alimentação para milhões de pessoas na África subsaariana e na Ásia. Podem ainda desempenhar um papel importante, contribuindo para capacitar os pequenos agricultores a nível global e a alcançar o desenvolvimento sustentável, diminuindo a fome, promovendo a biodiversidade, e transformando os sistemas agroalimentares até 2030.

O Ano Internacional e o impulso para o aumento da produção de painço contribuirão para alcançar os objetivos da Agenda para o Desenvolvimento Sustentável de 2030.

Para assistir ao vídeo da FAO: https://youtu.be/rKvrjTrTqPQ

25
Jan

DGADR cria centro de investigação

 

A DGADR, Direção Geral de Agricultura e Desenvolvimento Rural cria um centro de investigação para desenvolver projetos de inovação em parceria nas áreas tecnológicas e de mecanização agrícola, com o objetivo de potenciar a transferência de conhecimento e tecnologia. A aprovação da criação do Polo de Inovação da Tapada da Ajuda – AgriHub destina-se a acolher futuras atividades de investigação, formação, demonstrações, e de projetos de inovação em parceria, com a participação de diversas entidades públicas e do ensino superior, empresas, associações e outras organizações.

Mais informação em: https://www.rederural.gov.pt/12-informacao/5346-dgadr-cria-centro-de-investigacao-para-desenvolver-projetos-de-inovacao-em-parceria-nas-areas-tecnologicas-e-de-mecanizacao-agricola

20
Jan

Evento 30 e 31 janeiro | Rural Hack Challenge | Lugo – Espanha

No âmbito do novo projeto Rural Youth of Europe – RUYOU no qual a Eurocidade Chaves-Verín é parceira serão realizados vários eventos num conjunto de países parceiros do projeto, nomeadamente Espanha, Malta, Portugal e Roménia. Decorre já no próximo dia 30 e 31 de janeiro o 1.º evento em Lugo (Espanha) e o que se pretende é criar ideias relacionadas com as preocupações e desafios que os jovens sentem hoje em dia, sendo o tema as Alterações Climáticas e o grupo alvo são jovens entre 18 e 30 anos ou pessoas com atuação na área da juventude em zonas rurais e/ou meio ambiente.

Para realizar a sua inscrição: http://ruralyouthofeurope.eu/rural-hack-challenge

 

Nota: no momento do registro no separador “My country/Partner” deverá indicar Spain (Eurocidade Chaves-Verín) ou Portugal (Eurocidade Chaves-Verín)

 

 

19
Jan

Guias de Consumo | Instituto Marquês de Valle Flôr

O Instituto Marquês de Valle Flôr publicou os seguintes guias de consumo:

Guia de Consumo: O Mundo no Prato: https://www.imvf.org/wp-content/uploads/2022/12/5-guia-mundo-no-prato-ofof.pdf

Guia de Consumo: Compras Desperdício Zero: https://www.imvf.org/wp-content/uploads/2022/11/4-guia-compras-desperdicio-zero-ofof.pdf

Guia de Consumo: Sharing is caring / Como não desperdiçar comida: https://www.imvf.org/wp-content/uploads/2022/11/1-guia-consumo-charing-is-caring-ofoif.pdf

Guia de Consumo: Comprar Localmente: https://www.imvf.org/wp-content/uploads/2022/11/2-guia-consumo-comprar-localmente-ofof.pdf

Guia do Consumidor: Alimentos Orgânicos e Comércio Justo: https://www.imvf.org/wp-content/uploads/2022/11/3-guia-consumo-alimentos-organicos-comercio-justo-ofof.pdf

18
Jan

Candidaturas abertas | Prémio Capitais Europeias da Inclusão e da Diversidade 2023

Estão abertas as candidaturas para o Prémio Capitais Europeias da Inclusão e da Diversidade, uma iniciativa promovida pela Comissão Europeia!

Este Prémio tem como objetivo reconhecer, dar visibilidade e destacar as melhores práticas de uma cidade ou região, que podem servir de inspiração para outras cidades europeias na criação de ambientes mais diversos e inclusivos para os seus cidadãos e cidadãs. Este reconhecimento será feito em 2 categorias distintas:

– Localidades com menos de 50 000 habitantes;

– Localidades com mais de 50 000 habitantes.

 

Em 2023, será igualmente atribuído um Prémio específico às autoridades locais que promovam a igualdade das pessoas LGBTIQ. Nesta categoria existirão 3 vencedores (primeiro, segundo e terceiro lugar), não sendo considerada, para o efeito, a dimensão da autoridade local.

Mais informação em: https://www.animar-dl.pt/noticias/candidaturas-abertas-premio-capitais-europeias-da-inclusao-e-da-diversidade-2023/

 

18
Jan

Até 31 janeiro | Medida de Apoio ao Voluntariado

Encontra-se aberta para candidaturas a medida Apoio ao Voluntariado, que visa estimular o desenvolvimento do voluntariado de continuidade, contribuindo para a promoção da inclusão social dos/as seus/suas destinatários/as e para a participação ativa dos/as cidadãos/ãs, através do incremento do número de pessoas e de organizações promotoras envolvida em ações de voluntariado.

A presente medida, tem candidaturas abertas até 31 de janeiro 2023 e compreende a atribuição de um apoio financeiro, às organizações promotoras de ações de voluntariado de continuidade, no domínio da ação social, para efeitos de pagamento das despesas em que incorram com o seguro de acidentes pessoais e de responsabilidade civil dos/as voluntários/as que enquadram.

https://www.cases.pt/medida-de-apoio-ao-voluntariado-aviso-de-abertura-de-candidaturas/

 

17
Jan

Prioridades da Presidência sueca do Conselho da UE para o primeiro semestre de 2023

No período compreendido entre 1 de janeiro a 30 de junho de 2023, o Reino da Suécia assume a Presidência Rotativa do Conselho da União Europeia (UE), sucedendo à República Checa. Sob o lema “Uma Europa mais segura, mais verde, e mais livre”, as quatro áreas prioritárias da Presidência Sueca incidem sobre segurança, competitividade, transição verde e energética e valores democráticos e Estado de direito.

Nas prioridades estabelecidas para a Agricultura, destaca-se a produção de alimentos e as questões de segurança alimentar, estando prevista a intervenção nos seguintes eixos:

  • Pacto Ecológico Europeu em articulação com as metas fixadas para a neutralidade climática
  • Monitorização do mercado agroalimentar
  • Rede de Dados de Sustentabilidade Agrícola
  • Regulamentação de Informação ao Consumidor e rotulagem de alimentos
  • Legislação sobre sementes e material de reprodução vegetal e florestal
  • Acordos de parceria de pesca sustentável e pesca regional
  • Política Comum das Pescas (PCP)
  • Regulamentação sobre o uso sustentável de produtos fitofarmacêuticos

A Presidência Sueca pretende contribuir ativamente para a resposta da UE aos desafios geopolíticos, económicos e sociais – em particular as consequências decorrentes da invasão russa à Ucrânia – salvaguardando os valores fundamentais da União e fortalecendo a cooperação, decorrendo os objetivos do programa acordado pelo atual trio de cooperação dos três Estados-Membros que exercem a Presidência consecutivamente (França, República Checa e Suécia).

Mais informação em: https://www.rederural.gov.pt/12-informacao/5309-prioridades-da-presidencia-sueca-do-conselho-da-ue-para-o-primeiro-semestre-de-2023

 

16
Jan

18 janeiro | Mesa Redonda MED “Inovação e tecnologia em agricultura: da agricultura de precisão à agricultura digital”

No próximo dia 18 de janeiro, o MED – Instituto Mediterrâneo para a Agricultura, Ambiente e Desenvolvimento da Universidade de Évora volta a debater questões relacionadas com ambiente e agricultura numa Mesa Redonda.

Desta vez o debate terá como tema “Inovação e tecnologia em agricultura: da agricultura de precisão à agricultura digital” e vai reunir investigadores da academia e do setor empresarial.

A sessão decorre presencialmente na Sala de Conferências do Pólo da Mitra – Universidade de Évora, entre as 14h e 15h, mas é também possível assistir online, por Zoom.

O debate irá centrar-se na inovação e na transformação digital que a agricultura tem sofrido, muito impulsionada pelo aumento da população mundial combinado com o efeito das alterações climáticas e escassez de recursos. É essencial que a agricultura acompanhe os avanços na tecnologia e se torne o mais eficiente possível, rentável, segura e com baixos impactos ambientais.

Mais informação sobre a sessão, programa e inscrições: https://www.rederural.gov.pt/12-informacao/5308-mesa-redonda-med-18-janeiro-inovacao-e-tecnologia-em-agricultura-da-agricultura-de-precisao-a-agricultura-digital

13
Jan

Projeto “The Future of Farming” quer levar a tecnologia a mais agricultores

O projeto “The Future of Farming”, co-financiado pela União Europeia, visa disseminar o uso de sondas no âmbito da agricultura de precisão junto dos agricultores. Joelle van den Brand, co-fundadora da AguroTech, promotora do projeto The Future of Farming, fala sobre os objetivos e da participação de Portugal, através da Anpromis.

Qual a importância do projeto The Future of Farming e qual o seu objetivo?

O projeto “The Future of Farming” é o maior projeto a envolver a tecnologia das sondas de humidade baseado em dados alguma vez realizado na agricultura. O objetivo do projeto é estimular o uso de tecnologia que permita aos agricultores reduzir o uso de água, fertilizantes e pesticidas, mantendo ou melhorando a sua produtividade na União Europeia.

Para ler o artigo completo: https://www.rederural.gov.pt/12-informacao/5293-projeto-the-future-of-farming-quer-levar-a-tecnologia-a-mais-agricultores

12
Jan

Sessão pública do Plano Nacional da Alimentação Equilibrada e Sustentável (PNAES)

No passado dia 10 de janeiro, a ADRAT participou numa Sessão pública de lançamento do Plano Nacional da Alimentação Equilibrada e Sustentável (PNAES).  Decorreu em Arouca e esta atividade encontra-se inserida no programa do Encontro Nacional LEADER 2023. No quadro deste plano vão ser promovidas 22 iniciativas de nível regional, desenvolvidas por parcerias lideradas por Grupos de Ação Local, que visam implementar um plano de ações de sensibilização e aconselhamento aos consumidores e à população dos territórios rurais, que promova a adoção de uma alimentação saudável, económica e sustentável.