Em Destaque

16
Jun

Webinar “O Pinhal e a Neutralidade Carbónica”

Este evento, promovido pelo Centro PINUS e que decorre no dia 29 de junho de 2021, entre as 14:30 e as 16:30, destina-se a potenciais aderentes a projetos de neutralidade carbónica, na perspetiva da oferta e da procura, decisores políticos e organismos da administração pública central e local. O objetivo é discutir a oportunidade de afirmação e valorização do setor florestal, pelo seu grande potencial de remoção de carbono da atmosfera e seu armazenamento durante décadas.
Para mais informação: https://www.centropinus.org/news/webinar-o-pinhal-e-a-neutralidade-carbonica

13
Mai

Ciclo de Cursos | Projeto LIFE Live-Adapt

O Projeto LIFE Live-Adapt irá promover um ciclo de cursos, sendo que o  primeiro será sobre “Pecuária Extensiva e Alterações Climática” que decorrer entre 24 de maio e 18 de junho. O curso “Pecuária extensiva e alterações climáticas” é o primeiro de cinco cursos online promovido no âmbito do Projecto LiveAdapt. Têm um carácter introdutório e está centrado na compreensão das bases de adaptação da pecuária extensiva às alterações climáticas, as quais se aprofundarão nos cursos seguintes.

Pode encontrar mais informação acerca dos restantes cursos em https://liveadapt.eu/pt/inicio-do-ciclo-de-cursos-sobre-pecuaria-extensiva-e-alteracoes-climaticas-life-liveadapt/

LIFE LiveAdapt é um projeto que junta entidades de Portugal, Espanha e França com o objetivo de criar uma estratégia que assegure a sustentabilidade dos modelos extensivos de produção animal no sul da Europa, em contexto de alterações climáticas.

Para mais informação e inscrições: https://liveadapt.eu/pt/home/

 

 

3
Mai

Economia Circular em Freguesias (JUNTAr +)

Governo definiu como prioritária na sua ação política em matéria de políticas públicas de ambiente iniciar um (longo) percurso para a transição do desenvolvimento económico com base numa economia linear para um modelo de desenvolvimento assente na economia circular, tendo aprovado, em dezembro de 2017, o Plano de Ação para a Economia Circular (PAEC). Pretende-se assim promover novos tópicos em torno do qual possam surgir novas formas de comunidade e novos modelos empresariais – preservando e usando de modo mais eficiente os recursos. E os parceiros de excelência para fomentar este movimento são as Juntas de Freguesia, pela sua proximidade à comunidade, e que poderão mais facilmente demonstrar como as soluções podem evidenciar a relação entre poupança económica e poupança ambiental.

O período para a receção de candidaturas decorre até ao dia 21 de maio de 2021, sendo excluídas as candidaturas submetidas após termo do prazo.

Para mais informação: https://www.fundoambiental.pt/avisos-2021/residuos-e-economia-circular/economia-circular-em-freguesias-juntar-.aspx

 

3
Mai

AquaValor: Centro de Valorização e Transferência de Tecnologia da Água

AquaValor: inaugurado em Chaves o Centro de Valorização e Transferência de Tecnologia da Água

 

Foram inauguradas, no passado dia 28 de abril, em Chaves, as instalações do AquaValor – Centro de Valorização e Transferência de Tecnologia da Água, projeto desenvolvido pela Comunidade Intermunicipal do Alto Tâmega (CIMAT), em parceira com o Instituto Politécnico de Bragança (IPB) e que recentemente foi reconhecido pela Fundação para a Ciência e Tecnologia (FCT), como Laboratório Colaborativo (CoLab), por se tratar de um projeto que além de se focar na área temática da água valoriza outros recursos endógenos da região.

O AquaValor foi fundado em 2018 sob uma ampla plataforma colaborativa que abrange instituições dos mais diversos quadrantes, tem como principal objetivo diversificar, estimular e coordenar respostas às necessidades e aos desafios específicos identificados na área temática da Água Mineral Natural, com base em conhecimentos tecnológicos e científicos avançados, nomeadamente através do desenvolvimento de soluções tecnológicas inovadoras para melhorar a produção e capitalização de bens naturais e culturais, e produtos derivados.

O espaço é composto por quatro laboratórios e conta com uma equipa de 14 investigadores altamente qualificados, centrados na pesquisa em áreas como Tecnologias da Informação e Comunicação, Saúde, nas vertentes de Hidrogenoma e Bioensaios e Bioatividade relacionadas com a água mineral natural, Cosmética, Alimentos e bebidas e Turismo.

Para saber mais : https://aquavalor.pt/

 

22
Mar

Apresentação Relatório “Making Integration Work: Youth with Migrant Parents”, 23 Março – OCDE e FCG

Em resultado de uma parceria entre a Fundação Calouste Gulbenkian e a OCDE, no próximo dia 23 de março, pelas 14h30h (hora de Lisboa), será apresentado o relatório “Making Integration Work: Youth with Migrant Parents”, uma publicação que reúne recomendações para a integração de jovens filhos de pais migrantes em países da OCDE. O evento decorrerá em inglês e o programa final e as inscrições estão disponíveis em: https://bit.ly/youth-migrant-parents 

 

11
Mar

GIAHS/SIPAM do Barroso | COZER O PÃO NO FORNO DO POVO

Na aldeia de Arcos, freguesia de Cervos, concelho de Montalegre, o forno do povo ainda é utilizado com regularidade pelas famílias desta localidade barrosã. Em pedra, com paredes reforçadas por contrafortes e cobertura em pardieiros, não só é um dos ex-libris da aldeia como representa o alimento diário. Na verdade, o espírito comunitário sempre foi um traço vincado que marcou o povo desta região. Orlando Alves, presidente da Câmara de Montalegre, assistiu a esta atividade tradicional. O autarca deixou um aplauso a quem continua a manter este traço da identidade do concelho.

Lembramos que o Barroso foi classificado como SIPAM/GIAHS pela FAO, em 2018. O facto de manterem as tradições como estas vivas, onde a entreajuda e o comunitarismo é ainda praticado nas aldeias do Barroso, foi um dos motivos desta classificação.

4
Jan

Apoio Excecional aos Artesãos e às Unidades Produtivas Artesanais

A Medida de Apoio Excecional aos Artesãos e às Unidades Produtivas Artesanais é uma iniciativa do Ministério do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social que tem em vista o apoio à manutenção do setor do artesanato, para fazer face à perda de rendimentos decorrente do cancelamento de feiras e certames de promoção e comercialização dos produtos artesanais, originado pela crise pandémica provocada pela doença COVID-19.

Este apoio financeiro é concedido pelo Instituto do Emprego e da Formação Profissional, I. P. (IEFP, I. P.) e abrange as atividades artesanais, os artesãos e as unidades produtivas artesanais constantes do Registo Nacional do Artesanato, com sede no território continental e que sejam detentores de carta válida de artesão ou de unidade produtiva artesanal.

As candidaturas são efetuadas ao abrigo da Portaria n.º 285/2020, de 11 de dezembro, que anexamos para conhecimento do respetivo regime, e devem ser apresentadas no formulário em anexo que é disponibilizado para o efeito no portal eletrónico do IEFP, I. P., em https://iefponline.iefp.pt.

 

O período para apresentação de candidaturas decorre até às 18h00 do dia 28 de fevereiro de 2021.

 

Sugerimos a consulta do Regulamento da Medida de Apoio Excecional aos Artesãos e às Unidades Produtivas Artesanais, em anexo.

Para obtenção de informação mais detalhada, recomendamos a consulta do seguinte link https://iefponline.iefp.pt/IEFP/medApoioExcecionalArtesaosUPA/overview.jsp

 

Regulamento: Regulamento Apoio Excecional_Artesãos e Unidades Produtivas Artesanais

Portaria: Portaria n.º 285_2020_Medida de Apoio Excecional a Artesãos e Unidades Produtivas Artesanais

30
Out

Programa Saber-Fazer

O Governo aprovou recentemente, em Conselho de Ministros, a resolução que cria o Programa Saber-Fazer. Este programa contém a estratégia nacional para as artes e ofícios tradicionais, para os anos 2021-2024, e estabelece as medidas para a salvaguarda, o reconhecimento e o desenvolvimento sustentável da produção artesanal.

 

O ‘Saber-Fazer’ está assente em três eixos – transversalidade, territorialidade e tecnologia – e os objetivos centrais desta estratégia passam por assegurar a transferência de conhecimento para as novas gerações, promover a inovação estratégica e qualificação de produtos e a respetiva valorização cultural e económica, no âmbito dos mercados nacional e internacional, bem como promover o turismo cultural, designadamente através da criação de roteiros turísticos.

 

O programa abarca diferentes medidas, incluindo a instalação de um centro tecnológico para o Saber Fazer, a implementação de um programa de aprendizado e o apoio ao desenvolvimento de negócios locais.

 

Para mais informação: https://www.portugal.gov.pt/pt/gc21/comunicacao/documento?i=estrategia-nacional-do-saber-fazer-portugues-2019-2024

 

15
Jul

+CO3SO EMPREGO – EMPREENDEDORISMO SOCIAL – AVISO N.º- 40-2020-29

CONCURSO PARA APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS SISTEMA DE APOIOS AO EMPREGO E AO EMPREENDEDORISMO

+CO3SO EMPREGO – EMPREENDEDORISMO SOCIAL AVISO N.º -40-2020-29

GRUPO DE AÇÃO LOCAL ASSOCIAÇÃO DE DESENVOLVIMENTO DA REGIÃO DO ALTO TÂMEGA (ADRAT)

 

Avisonorte-40-2020-29

 

Documentação de Apoio:

Anexo A_Enquadramento na EDL_GAL_ADRAT

Anexo B_Referencial de mérito_GAL_ADRAT

Anexo C_Documentos apresentar candidatura_GAL_ADRAT

Anexo D_Território de intervenção_GAL_ADRAT

Anexo E_Memória Descritiva_GAL_ADRAT

Anexo F_Ficha Verificação do Cumprimento da Legislação Ambiental_GAL_ADRAT

Anexo G_Declaração da Integração da Perspetiva da Igualdade Oportunidades_GAL_ADRAT

Anexo H_Declaração Complementar_GAL_ADRAT

 

Guião de candidatura: V2.0_Guião_de Candidatura +CO3SO

13
Jul

Apresentação do Programa +CO3SO Emprego

Apresentação do Programa +CO3SO Emprego – Sistema de Apoios ao Emprego e Empreendedorismo

Sessão de apresentação do programa +CO3SO Emprego, o novo sistema de apoios ao emprego e ao empreendedorismo, organizada pela Federação Minha Terra e o Ministério da Coesão Territorial, com o apoio da ADRIMINHO e do Município de Melgaço.
A sessão será quarta-feira, dia 15 de julho de 2020, às 16:00 – 17:15 e contará com a intervenção das Ministras da Coesão Territorial e do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social.
O evento poderá ser acompanhado em direto através das redes sociais da Federação Minha Terra, do Governo e do Município de Melgaço.

http://facebook.com/MinhaTerra.FMT/