Alimentação Segura no Alto Tâmega

 

O Projeto “Alimentação Segura no Alto Tâmega e Barroso”, operação PDR2020-2024-086343, ASSISTÊNCIA TÉCNICA RRN – A4, Área de Interveção – Área 4 – Observação da agricultura e dos territórios rurais, assenta numa parceria entre a ADRAT, Associação de Desenvolvimento da Região do Alto Tâmega, enquanto Grupo de Ação Local reconhecido para a implementação da Estratégia de Desenvolvimento Local para a Região do Alto Tâmega, para os municípios de Boticas, Chaves, Montalegre, Valpaços e Vila Pouca de Aguiar, e a CIMAT – Comunidade Intermunicipal do Alto Tâmega e Barroso. A área de intervenção corresponde à região do Alto Tâmega, sendo que a ADRAT intervém nos concelhos anteriormente descritos e que a atuação no concelho de Ribeira de Pena será assegurada pela CIMAT, cuja área administrativa lhe corresponde, com a respetiva colaboração da ADRAT.

A intervenção maioritária prende-se com a dinamização de ações junto das escolas e da comunidade escolar, no sentido em que se torna importante a sensibilização de uma alimentação saudável nas escolas, mais concretamente no pré-escolar e no primeiro ciclo, já que a alimentação na infância tem um papel determinante no crescimento e desenvolvimento das crianças e é neste período que se moldam os gostos e as preferências alimentares e que programamos a nossa saúde futura. É importante adotar determinados comportamentos que nos permitam a promoção de uma alimentação saudável dos mais novos e garantir mais saúde e bem-estar.

Pretende-se que sejam atingidos vários objetivos, quer a nível global desta medida, quer a nível do Alto Tâmega, classificando os Objetivos Gerais do seguinte modo:

OG.1. Recolher e compilar informação para criar o Sistema Alimentar Territorial do Alto Tâmega;

OG.2. Fomentar a Alimentação Sustentável e promover a Dieta Mediterrânica;

OG.3. Sensibilizar e capacitar a comunidade regional para o combate ao desperdício alimentar.