18
Out

Agência de Notícias do Japão visitou o Sítio GIAHS do Barroso

A ADRAT organizou, a pedido da principal agência noticiosa do Japão, a Kyodo News (agência de notícias cooperativa, fundada em 01 de Novembro de 1945), uma visita ao Sistema Agro-Silvo-Pastoril do Barroso, reconhecido pela FAO como Sistema Importante do Património Agrícola Mundial (SIPAM/GIAHS), que decorreu no passado dia 16 de outubro.
Esta solicitação da agência japonesa, surge na sequência da designação atribuída ao Barroso, cuja candidatura à FAO foi elaborada pela ADRAT.
Durante a visita, os jornalistas entrevistaram diversos agricultores e criadores pecuários, bem como responsáveis autárquicos e dirigentes de organizações do setor agro-pecuário.
De igual modo, houve oportunidade de observar e comentar o sistema agrícola in loco, bem como degustar alguns dos produtos alimentares mais emblemáticos do Barroso.
Com esta visita e reportagem, espera-se que sejam publicados diversos artigos acerca do Barroso enquanto Sistema Importante do Património Agrícola Mundial, em diferentes meios de comunicação escrita (jornais e revistas), do Japão.

17
Out

Atelier “Vem meter as mãos no barro”

No seguimento da iniciativa piloto “Revitalizar Vilar – Revitalização da Olaria Negra de Vilar de Nantes” do Projeto CREATOUR – “Desenvolver Destinos De Turismo Criativo em Cidades de Pequena Dimensão e em Áreas Rurais”, foi desenvolvido o atelier “Vem meter as mãos no barro”, no dia 16 de outubro de 2018, pelas 15h00, na Escola Secundária Dr. Júlio Martins, com os alunos do 9.º I. Nesta atividade, os alunos da turma I do 9.º ano, puderam experimentar o manuseamento do barro e, através de algumas técnicas de modelação, criar as suas primeiras peças.

Julgamos que foi uma experiência positiva e agradecemos o envolvimento e disponibilidade do corpo docente que acompanhou a atividade e dos seus dirigentes, bem como a presença da Equipa Técnica do CREATOUR e do Sr. Presidente da Junta de Freguesia de Vilar de Nantes.

 

16
Out

Novos Projetos Aprovados

Recentemente a ADRAT recebeu a aprovação de três projetos no âmbito dos programas nacionais: PROVERE, NORTE2020 e POISE.

 

O projeto “Portal do Alto Tâmega” é um projeto âncora aprovado no âmbito do programa PROVERE, tem como principal objetivo a criação de um portal digital da região do Alto Tâmega, agregando informação diversa sobre a região, sendo também um espaço de promoção e divulgação institucional e empresarial, bem como dos respetivos seus recursos endógenos.

 

O projeto “Reforço da capacitação de atores e redes de promoção de ações de desenvolvimento” foi aprovado no âmbito do NORTE2020 Capacitação Institucional e TIC.

Através deste projeto a ADRAT pretende desenvolver um conjunto de ações capazes de melhorar as respostas técnicas da ETL (Estrutura Técnica Local), dos parceiros da ADRAT e de outros atores do território.

 

O projeto “Formação Modular para Empregados e Desempregados” foi recentemente aprovado no âmbito do POISE: Programa Operacional Inclusão Social e Emprego.

Através deste projeto a ADRAT pretende apoiar a qualificação dos recursos humanos, fomentando o ajustamento das ofertas formativas às características territoriais e demográficas; e também potenciar a empregabilidade da população ativa (empregados e desempregados da região do Alto Tâmega), através do aumento da sua adaptabilidade por via de competências requeridas pelo mercado de trabalho.

11
Out

“Revitalizar Vilar – Revitalização da Olaria Negra de Vilar de Nantes”

No âmbito do Projeto CREATOUR – “Desenvolver Destinos De Turismo Criativo em Cidades de Pequena Dimensão e em Áreas Rurais”, a ADRAT vai realizar uma das atividades da iniciativa piloto “Revitalizar Vilar – Revitalização da Olaria Negra de Vilar de Nantes”.

Será desenvolvido um atelier “Vem meter as mãos no barro”, no dia 16 de outubro de 2018, pelas 15h00, na Escola Secundária Dr. Júlio Martins, com os alunos do 9.º I.

Com este atelier pretende-se que a comunidade estudantil esteja em contacto com o barro e que, através da experimentação e da partilha de saberes, se permita fomentar a identidade local e preservação de uma prática artesanal ancestral.

 

5
Out

Projeto CREATOUR

O Projeto CREATOUR tem como objetivo geral apoiar a revitalização de uma freguesia que contém saberes procurando dinamizar e divulgar o Barro Negro de Vilar de Nantes.
Em breve terão início as atividades propostas no projeto pelo que, a quem estiver interessado, sugerimos que esteja atento às datas apresentadas para analisar a disponibilidade em participar nos ateliers, workshops e por último, assistir à exposição final, a realizar durante o mês de Dezembro de 2018.

http://adrat.pt/tag/creatour/

4
Out

GIAHS – Novos Sítios Classificados

 

O Barroso é uma paisagem natural localizada no Norte de Portugal, integrado no Parque Nacional Peneda-Gerês, onde existe um sistema agrícola fortemente influenciado pelas condições do solo e climáticas, onde predominam as pequenas explorações e o gado que contribui significativamente para as economias locais e que tem um papel importante a nível social.

É uma área que mostra que hoje em dia mostra uma ocupação dos terrenos marcados pela atividade humana para a agricultura, silvicultura e pastagem, embora ainda se encontrem um número significativo de áreas intactas.

23
Jul

TROCO2 – Ensaio Piloto de Certificação de Pegada de Carbono

O projeto TROCO2 lança o procedimento de inscrição para as empresas que desejem participar no ensaio piloto de certificação de pegada de carbono.

 

O objetivo deste ensaio piloto é oferecer às empresas do sector transporte rodoviário de mercadorias a oportunidade de medir os gases de efeito estufa, emitidos por efeito direto e indireto, e procedentes do desenvolvimento da sua atividade, até à certificação da sua pegada de carbono.

Para tal, o Projeto TROCO2 oferece o serviço de acompanhamento, assessoria e seguimento do processo completo de cálculo da pegada de carbono. Em nenhum caso, o projeto assumirá os custos de certificação da pegada de carbono.

 

Com a participação das empresas neste ensaio piloto, o Projeto TROCO2 tem o objetivo de alcançar um mínimo de 3 tm equivalentes de CO2, correspondente à soma total das tm certificadas nas empresas participantes.

 

A participação no Projeto não pressupõe nenhum custo para a empresa.

 

Para mais informações consulte a página do projeto:

https://troco2.eu/news-posts/ensaio-piloto-de-certificacao-de-pegada-de-carbono?lang=pt-pt

20
Jul

Adrat presente na Feira “Norte Empreende – Sabores e Saberes Rurais”

 

Nos dias 13, 14 e 15 de julho decorreu a Feira “Norte Empreende – Sabores e Saberes Rurais”, na Alfandega do Porto, na qual a ADRAT marcou presença, juntamente com outras entidades parceiras do projeto EMER-N, Empreendedorismo em Meio Rural da Região Norte.
Para além da feira que contou com a presença de empreendedores de vários ramos do mundo rural, e onde tiveram a oportunidade de apresentar os seus produtos e negócios, decorreram também vários seminários e jornadas técnicas.

 

  • Oficina do Burel
    Oficina do Burel
12
Jul

“Norte Empreende – Sabores e Saberes Rurais”

É já nos próximos dias que decorre a feira “NORTE EMPREENDE – SABERES E SABORES RURAIS”, no âmbito do projeto EMER-N

Visite-nos e conheça 120 dos 200 novos negócios que o projeto EMER-N ajudou a criar.

Consulte o programa dos 3 dias aqui: https://goo.gl/913jyu

FEIRA “NORTE EMPREENDE – SABORES E SABERES RURAIS” LEVA À ALFÂNDEGA MAIS DE 120 EMPREENDEDORES

Entre o dia 13 e 15 de julho, a Alfândega do Porto recebe a feira que vai ser o epicentro do empreendedorismo em meio rural na região Norte (EMER-N). O projeto que estimula a criação de novos negócios, mostra agora cerca de 140 empresas dos mais de 900 projetos acompanhadas.

De 13 a 15 de julho a Alfândega do Porto acolhe a Mostra “NORTE EMPREENDE – SABORES E SABERES RURAIS”. Feira de serviços e produtos regionais, seminários, sessões de networking e animação cultural, uma iniciativa que se assume como o ponto alto e o testemunho dos resultados alcançados pela implementação na região Norte de Portugal do projeto EMER–N.
Através de uma rede de 15 entidades parcerias, apoiados por mais de 40 mentores e 20 especialistas, foi possível apoiar mais de 900 empreendedores e criar mais de 200 novos negócios, geradores de um volume de negócios superior a 20 milhões de euros. Os empreendedores dos setores da agricultura, turismo, agroalimentar, bebidas, artesanato e têxtil têm agora oportunidade de mostrar os seus produtos, procurando dar-lhes notoriedade e visibilidade junto dos seus potenciais clientes.


O coordenador do projeto, Francisco Araújo, explica que “em conjunto, todos estes produtos, reúnem as potencialidades, as riquezas e as especificidades do nosso mundo rural, permitindo construir uma oferta integrada para o visitante que busca um contacto mais íntimo com um território de excelência e em simultâneo demonstra a vitalidade económica dos territórios rurais do Norte de Portugal”.

O projeto EMER-N resulta de uma parceria de 15 entidades, das quais 2 Associações Empresariais (In.Cubo e IET – Instituto Empresarial do Tâmega), 3 Instituições do Sistema Cientifico e Tecnológico Nacional (UTAD, Instituto Politécnico de Viana do Castelo e Instituto Politécnico de Bragança) e 10 Associações de Desenvolvimento Local (Ader-Sousa, Adrat, Adritem, Adrimag, Atahca, Adriminho, Corane, Desteque, Dolmen e Douro Superior), financiado pelo Programa Operacional Regional NORTE 2020, através do FEDER. Sendo implementado ao longo dos dois últimos anos, através de uma metodologia de apoio de proximidade por técnicos de experiência comprovada, a empreendedores, aos micro e pequenos negócios e criação de empresas.

Pretende-se com este evento, mostrar dinamismo dos empreendedores dos territórios de baixa densidade dos 86 municípios do Norte de Portugal. Igualmente evidenciam-se as potencialidades do interior, dinamizando o seu tecido económico e empresarial, criando emprego e riqueza, apostando no rendimento como fator determinante para sediar população e revitalizar o território. O interior, com investimento, é um espaço de oportunidades onde é possível empreender, inovar e ter sucesso, evitando-se o crónico esquecimento que tem sido votado. O EMER-N é um investimento no fator mais importante dos territórios que são as pessoas, outras medidas urge tomar em benefício do interior e do seu futuro.
Mais informações no website do evento norteempreende.emern.pt

Link evento criado no facebook: https://www.facebook.com/events/1994149520617407/

 

28
Jun

“Norte Empreende – Sabores e Saberes Rurais”

FEIRA “NORTE EMPREENDE – SABORES E SABERES RURAIS” LEVA À ALFÂNDEGA MAIS DE 120 EMPREENDEDORES

Entre o dia 13 e 15 de julho, a Alfândega do Porto recebe a feira que vai ser o epicentro do empreendedorismo em meio rural na região Norte (EMER-N). O projeto que estimula a criação de novos negócios, mostra agora cerca de 140 empresas dos mais de 900 projetos acompanhadas.

De 13 a 15 de julho a Alfândega do Porto acolhe a Mostra “NORTE EMPREENDE – SABORES E SABERES RURAIS”. Feira de serviços e produtos regionais, seminários, sessões de networking e animação cultural, uma iniciativa que se assume como o ponto alto e o testemunho dos resultados alcançados pela implementação na região Norte de Portugal do projeto EMER–N.
Através de uma rede de 15 entidades parcerias, apoiados por mais de 40 mentores e 20 especialistas, foi possível apoiar mais de 900 empreendedores e criar mais de 200 novos negócios, geradores de um volume de negócios superior a 20 milhões de euros. Os empreendedores dos setores da agricultura, turismo, agroalimentar, bebidas, artesanato e têxtil têm agora oportunidade de mostrar os seus produtos, procurando dar-lhes notoriedade e visibilidade junto dos seus potenciais clientes.

 


O coordenador do projeto, Francisco Araújo, explica que “em conjunto, todos estes produtos, reúnem as potencialidades, as riquezas e as especificidades do nosso mundo rural, permitindo construir uma oferta integrada para o visitante que busca um contacto mais íntimo com um território de excelência e em simultâneo demonstra a vitalidade económica dos territórios rurais do Norte de Portugal”.

 

O projeto EMER-N resulta de uma parceria de 15 entidades, das quais 2 Associações Empresariais (In.Cubo e IET – Instituto Empresarial do Tâmega), 3 Instituições do Sistema Cientifico e Tecnológico Nacional (UTAD, Instituto Politécnico de Viana do Castelo e Instituto Politécnico de Bragança) e 10 Associações de Desenvolvimento Local (Ader-Sousa, Adrat, Adritem, Adrimag, Atahca, Adriminho, Corane, Desteque, Dolmen e Douro Superior), financiado pelo Programa Operacional Regional NORTE 2020, através do FEDER. Sendo implementado ao longo dos dois últimos anos, através de uma metodologia de apoio de proximidade por técnicos de experiência comprovada, a empreendedores, aos micro e pequenos negócios e criação de empresas.

 

Pretende-se com este evento, mostrar dinamismo dos empreendedores dos territórios de baixa densidade dos 86 municípios do Norte de Portugal. Igualmente evidenciam-se as potencialidades do interior, dinamizando o seu tecido económico e empresarial, criando emprego e riqueza, apostando no rendimento como fator determinante para sediar população e revitalizar o território. O interior, com investimento, é um espaço de oportunidades onde é possível empreender, inovar e ter sucesso, evitando-se o crónico esquecimento que tem sido votado. O EMER-N é um investimento no fator mais importante dos territórios que são as pessoas, outras medidas urge tomar em benefício do interior e do seu futuro.
Mais informações no website do evento norteempreende.emern.pt

Link evento criado no facebook: https://www.facebook.com/events/1994149520617407/