19
Nov

Visita ao sítio GIAHS do Barroso, de comitiva do sítio GIAHS de Zhagana (China)

A ADRAT acompanhou nos passados dias 16 e 17 de Novembro, uma comitiva do sítio GIAHS de Zhagana, na província de Gansu, China. Este sítio, localizado no Tibete a uma altitude superior a 2.400 metros, foi classificado pela FAO simultaneamente com o sítio do Barroso, em Abril passado, em Roma. A representação era constituída pelo diretor do Departamento dos Sítios GIAHS do Ministério da Agricultura da Província de Gansu, os chefes dos respetivos Serviços Florestais e de Pecuária, de um docente do Instituto de Ciências Geográficas e de Recursos Naturais de Pequim, bem como por um representante e agricultor local do Sítio Compósito Agricultura-Floresta-Criação Animal de Zhagana.

O objetivo desta visita foi contactar com o Sítio GIAHS do Barroso, observar in loco o seu modelo agrícola e os processo de valorização dos seus produtos e do território. Igualmente, foi manifestada a realização de um intercâmbio, desde logo com o convite efetuado aos atores locais envolvidos na classificado GIAHS do Barroso, para visitarem o sítio de Zhagana.

 

  • Visita ao sítio GIAHS do Barroso, de comitiva do sítio GIAHS de Zhagana (China)
18
Out

Agência de Notícias do Japão visitou o Sítio GIAHS do Barroso

A ADRAT organizou, a pedido da principal agência noticiosa do Japão, a Kyodo News (agência de notícias cooperativa, fundada em 01 de Novembro de 1945), uma visita ao Sistema Agro-Silvo-Pastoril do Barroso, reconhecido pela FAO como Sistema Importante do Património Agrícola Mundial (SIPAM/GIAHS), que decorreu no passado dia 16 de outubro.
Esta solicitação da agência japonesa, surge na sequência da designação atribuída ao Barroso, cuja candidatura à FAO foi elaborada pela ADRAT.
Durante a visita, os jornalistas entrevistaram diversos agricultores e criadores pecuários, bem como responsáveis autárquicos e dirigentes de organizações do setor agro-pecuário.
De igual modo, houve oportunidade de observar e comentar o sistema agrícola in loco, bem como degustar alguns dos produtos alimentares mais emblemáticos do Barroso.
Com esta visita e reportagem, espera-se que sejam publicados diversos artigos acerca do Barroso enquanto Sistema Importante do Património Agrícola Mundial, em diferentes meios de comunicação escrita (jornais e revistas), do Japão.

4
Out

GIAHS – Novos Sítios Classificados

 

O Barroso é uma paisagem natural localizada no Norte de Portugal, integrado no Parque Nacional Peneda-Gerês, onde existe um sistema agrícola fortemente influenciado pelas condições do solo e climáticas, onde predominam as pequenas explorações e o gado que contribui significativamente para as economias locais e que tem um papel importante a nível social.

É uma área que mostra que hoje em dia mostra uma ocupação dos terrenos marcados pela atividade humana para a agricultura, silvicultura e pastagem, embora ainda se encontrem um número significativo de áreas intactas.

19
Mai

Sítio GIAHS do Barroso: Intervenção do Ministro da Agricultura

 

No âmbito da audição do Ministro da Agricultura, Desenvolvimento Rural e Florestas, na Comissão de Agricultura e Mar da Assembleia da República, do dia 16 de Maio, foram feitas intervenções relativas à classificação, pela FAO, do Barroso como Global Important Agricultural Heritage System, no seguimento do trabalho desenvolvido em parceria com a ADRAT e com os municípios de Boticas e Montalegre.

 

 

8
Mai

Barroso Património Agrícola Mundial

PARLAMENTO CONGRATULOU REGIÃO DO BARROSO PELA CLASSIFICAÇÃO COMO PATRIMÓNIO AGRÍCOLA MUNDIAL

A Assembleia da República aprovou na quinta-feira, dia 26 de abril, por unanimidade, um voto de congratulação pela classificação da região do Barroso, que inclui os municípios de Boticas e Montalegre, como património agrícola mundial.

Esta classificação foi atribuída pela Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO) e a cerimónia de entrega do certificado realizou-se no passado dia 19 de abril, em Roma, Itália, onde está sediado este organismo.

O processo de candidatura à classificação do Barroso foi iniciado em 2016 pela Associação de Desenvolvimento da Região do Alto Tâmega (ADRAT), tendo sido, depois, formalizada junto da FAO pelo Ministério da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural.

A candidatura envolveu ainda a Direção Regional de Agricultura e Pescas do Norte (DRAPN), a Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD) e a Universidade do Minho (UM).

O território do Barroso foi designado primeiro sítio GIAHS – Sistema Importante do Património Agrícola Mundial em Portugal. Trata-se de uma iniciativa da FAO para a promoção e preservação do património agrícola.

Os sítios GIAHS (Globally Important Agricultural Heritage Systems) são sistemas agrícolas vivos, envolvendo as comunidades humanas numa relação intrincada com o território, com a paisagem cultural e agrícola, bem como com o ambiente biofísico e social.

A FAO é uma organização intergovernamental que tem como objetivos alcançar a segurança alimentar para todos e garantir que as pessoas tenham acesso a alimentos de boa qualidade para que possam levar uma vida ativa e saudável.

 

Fonte : CM Boticas

23
Abr

Entrega do Diploma de sítio GIAHS ao Barroso

No passado dia 19 de Abril, em Roma, decorreu o Fórum Internacional GIAHS, durante o qual foram entregues os certificados aos 14 novos sítios GIAHS (Global Important Agricultural Heritage Systems), recentemente designados a nível mundial pela FAO.

Entre estes sítios está o Sistema Agro-Silvo-Pastoril do Barroso, o primeiro sítio Português a ser reconhecido e um dos apenas 3 sítios de toda a Europa com esta classificação.

Na cerimónia efetuada, o certificado GIAHS foi recebido por uma pequena comitiva constituída pelos Presidentes dos Municípios de Montalegre e Boticas e pelo representante do Governo de Portugal junto da FAO em Roma.


 

Na sessão posterior, foi feita a apresentação pública global dos vários territórios certificados, tendo o sítio do Barroso sido apresentado pelo Secretário-Geral da ADRAT, que foi a entidade responsável pela elaboração da candidatura que conduziu a este reconhecimento da FAO.

19
Abr

Fórum Internacional GIAHS em direto da FAO

Está a decorrer durante o dia de hoje o Fórum Internacional do Programa GIAHS, na sede da FAO em Roma.

Durante a sessão da tarde, serão entregues os diplomas de reconhecimento dos novos sítios GIAHS designados, entre os quais se encontra a região do Barroso, a 1ª a ser classificada em Portugal.

Este fórum conta com uma pequena mostra dos produtos do Barroso, bem como com a participação da ADRAT, que fará a apresentação do Sistema Agro-Silvo-Pastoril do Barroso.

Siga o evento em direto nesta ligação: http://www.fao.org/webcast/home/en/item/4679/icode/

11
Abr

1º sítio GIAHS em Portugal: Sistema Agro-Silvo-Pastoril do Barroso

 

Por ocasião do 6º Encontro do Grupo de Aconselhamento Científico do Programa GIAHS da FAO, foi designado o 1º sítio em Portugal: Sistema Agro-Silvo-Pastoril do Barroso. Este reconhecimento é o culminar de um processo iniciado em 2016, cuja candidatura à classificação deste território foi elaborada pela ADRAT e formalizada junto da FAO pelo Ministério da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural.

Recordamos que os sítios GIAHS (Globally Important Agricultural Heritage Systems) são sistemas agrícolas vivos, envolvendo as comunidades humanas numa relação intrincada com o território, com a paisagem cultural e agrícola, bem como com o ambiente biofísico e social.

 
Para mais informação sobre a designação agora atribuída e o programa GIAHS, consultar a página oficial em http://www.fao.org/giahs/news/news-in-2018/en/

 

 

 

 

13
Mar

Candidatura do Barroso ao Programa GIAHS da FAO

A candidatura do território do Barroso ao Programa GIAHS/FAO (Globally Important Agricultural Heritage Systems ou na versão em Português, SIPAM – Sistemas Importantes do Património Agrícola Mundial), foi positivamente apreciada pelo Grupo de Aconselhamento Científico (Scientific Advisory Group), reunido nos passados dias 8 e 9 de Março, em Roma.

 

A elaboração desta candidatura foi assegurada pela ADRAT e apresentada a este programa da FAO pelo Governo de Portugal (através do Ministério da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural), no ano 2017, encontrando-se agora na fase final para a designação e reconhecimento do território como sítio GIAHS.

 

Pode consultar aqui a documentação relativa a esta candidatura.

8
Fev

RANAF – Reunião de Alto Nível sobre Agricultura Familiar e Desenvolvimento Sustentável na CPLP

A ADRAT este presente na REUNIÃO DE ALTO NÍVEL SOBRE AGRICULTURA FAMILIAR E DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL NA CPLP que decorreu entre os dias  5 e 7 de Fevereiro em Lisboa.

Esta reunião foi promovida pelo Ministério da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural de Portugal e pelo Secretariado Executivo da CPLP, com apoio da Organização das Nações Unidas para a Agricultura e Alimentação (FAO), teve como principal objetivo mobilizar todos os atores relevantes para a promoção da Agricultura Familiar no contexto de cada Estado-Membro da CPLP e promover a partilha e discussão sobre políticas e programas inter-sectoriais.

Desta reunião saiu a carta de compromisso pelo fortalecimento da Agricultura Familiar que pode ser consultada aqui