15
Fev

Competitividade do Setor Florestal do Alto Tâmega: Seminário Final

Vai decorrer no próximo dia 21 de Fevereiro, em Vila Pouca de Aguiar, o Seminário Final do Programa de Apoio à Melhoria da Competitividade das PME do Setor Florestal do Alto Tâmega (promovido pela CIMAT), no qual a ADRAT estará presente e apresentará uma comunicação relativa à Comunidade de Prática dos Agentes do Setor Florestal.
Igualmente integrada no programa, estará a visualização do documentário produzido sobre as florestas e o setor florestal do Alto Tâmega, cuja produção foi também da responsabilidade da ADRAT, bem como a apresentação da Ferramenta de Cálculo de Sumidouro de Carbono Florestal, elaborada no âmbito do projeto TROCO2 (INTERREG POCTEP), do qual a ADRAT e a CIMAT são os parceiros portugueses.
Sendo de participação gratuita, solicita-se, ainda assim, a inscrição dos interessados em assistir: https://goo.gl/forms/xfkbEE4ehdu4JSJR2

 

12
Fev

Visita a Centro de Reciclagem de Madeira

A ADRAT –  Associação de Desenvolvimento da Região do Alto Tâmega organizou mais uma visita técnica no âmbito do Programa de Apoio ao Reforço da Competitividade das PME, liderado pela CIMAT – Comunidade Intermunicipal do Alto Tâmega.

Esta ação, decorreu no dia 07 de fevereiro, junto do Centro de Reciclagem de Madeira – Ecociclo, em Alfena (concelho de Valongo) e foi orientada no local por técnicos do grupo SONAE ARAUCO ao qual pertence esta unidade industrial.

O programa incluiu uma visita ao Parque de Reciclados da Ecociclo, a análise e discussão sobre o Abastecimento de Fábricas e Comércio Nacional de madeira e o Sistemas de Certificação da Ecociclo.

Nesta unidade são processados resíduos de madeira, nomeadamente paletes, embalagens de madeira, móveis, portas, resíduos de construção e demolição e bobinas.

Foi mais uma oportunidade para os agentes do setor florestal do Alto Tâmega contactarem com casos concretos de valorização e certificação dos produtos de origem florestal.

 

1
Fev

Programa de apoio ao reforço da competitividade das PME do setor florestal do Alto Tâmega

A ADRAT participou na reunião da Comunidade Prática dos Agentes do Setor Florestal do Alto Tâmega, no passado dia 30 de Janeiro, sendo a Comunidade Intermunicipal do Alto Tâmega o promotor do projeto.

Durante a reunião foram debatidos assuntos relativos ao funcionamento desta Comunidade Prática, nomeadamente foram apresentados modelos de organização e participação dos agentes do setor, os instrumentos de comunicação e partilha que serão utilizados.

1
Fev

Projeto TROCO2

Decorreu no passado dia 24 de Janeiro mais uma reunião do projeto TROCO2, aprovado no âmbito do Programa de Cooperação Transfronteiriço Espanha-Portugal.

A reunião teve lugar em Vilagarcia de Arousa (Espanha) e foram debatidos vários assuntos de interesse para o projeto, destacando-se a apresentação da ferramenta de cálculo de sequestro de carbono na floresta.

Relembramos que a ADRAT e a CIM do Alto Tâmega são parceiros deste projeto transfronteiriço.

25
Jan

Certificação Florestal – Visita técnica à região do Baixo Vouga

A ADRAT, em coordenação com a CIMAT, organizou e participou em mais uma visita técnica sobre Certificação Florestal, desta vez à região do Baixo Vouga, no dia 22 de janeiro.

A entidade visitada foi a Associação Florestal do Baixo Vouga (AFBV), sócia-fundadora da Associação para a Certificação Florestal do Baixo Vouga (ACF Baixo Vouga), constituída para promover a certificação florestal na região NUTS III Baixo Vouga, tendo implementado um Sistema de Gestão Florestal Sustentável (SGFS), ao abrigo do qual têm já certificados cerca de 6.000 hectares.

A floresta do Baixo Vouga é maioritariamente de proprietários florestais privados, onde se destaca o elevado número de parcelas de pequena dimensão, fragmentadas e dispersas no território. Dadas as características estruturais da propriedade florestal, a falta de apoios à gestão e as baixas produtividades das explorações, há necessidade de os produtores florestais se organizarem.

O associativismo para apoiar o pequeno proprietário, a partir de uma gestão conjunta e constitui atualmente parte da solução para o desenvolvimento florestal. Houve também uma reunião de trabalho com o Conselho Diretivo do Baldio de Talhadas (concelho de Sever do Vouga), na qual se debateram algumas das problemáticas próprias da gestão deste tipo de propriedade.

A representação do Alto Tâmega constituiu-se sobretudo por técnicos do setor florestal, quer das Organizações de Produtores Florestais (OPF), quer dos Gabinetes Técnicos Florestais (GTF).

Esta visita técnica faz parte de um conjunto de ações de trabalho conjuntas, no âmbito de um projeto da CIMAT que visa a melhoria da competitividade dos agentes do setor florestal e a sua capacitação para a certificação da gestão florestal sustentável.

 

13
Dez

Workshops do Setor Florestal

Têm estado a decorrer desde o passado dia 05 de Dezembro e até ao próximo dia 18 de Dezembro, uma série de workshops técnicos, dirigidos aos agentes do setor florestal do Alto Tâmega.

Estes eventos, promovidos pela AMAT no âmbito de um projeto SIAC liderado pela CIMAT e também com o apoio da ADRAT, visam capacitar os agentes quanto à Certificação da Gestão Florestal Sustentável e Certificação da Cadeia de Responsabilidade.

Além disso, têm também estado a abordar áreas técnicas mais específicas e de grande interesse para a região: Controlo de invasoras lenhosas; Pragas do castanheiro; Gestão de recursos micológicos; Resinagem; Gestão florestal e pastoreio e os Serviços de ecossistema.

Para tal, têm estado envolvidas diversas organizações do setor, a saber: FORESTIS, SONAE ARAUCO, REFCAST, CITAB, SEGREDOS DA FLORESTA, GIIF, IPB, COOPERATIVA TERRA CHÃ e WWF.

Mais informações e inscrições em http://cimat.pt/eventos/

 

7
Dez

Alto Tâmega Florestal nº4

 

Encontra-se já disponível a 4.ª edição da Newsletter do projeto “Programa de Apoio ao Reforço da Competitividade das PME do Setor Florestal do Alto Tâmega” aprovado no âmbito do programa NORTE 2020 – SISTEMA DE APOIO ÀS AÇÕES COLETIVAS “QUALIFICAÇÃO” cujo promotor é a Comunidade Intermunicipal do Alto Tâmega.

Pode consultar aqui a : Newsletter Alto Tâmega Florestal

3
Dez

I Aqua Fórum do Alto Tâmega

Na sequência da criação da nova Associação AquaValor, a ADRAT participou, no passado dia 30 de Setembro, no I Aqua Fórum do Alto Tâmega em Vidado.

O evento contou com várias personalidades do governo, nomeadamente com o Ministro do Ambiente e da Transição Energética, João Pedro Matos Fernandes, o Secretário de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, João Sobrinho Teixeira e a Secretária de Estado do Turismo, Ana Mendes Godinho.

Estiveram também presentes os Presidentes dos Municípios do Alto Tâmega, CCDR-N, EHATB, CIM AT, Instituto Politécnico de Bragança, entre muitos outros oradores.

Esta primeira edição do Aqua Fórum do Alto Tâmega teve como intuito a apresentação do Centro de Valorização e Transferência de Tecnologia da Água, que visa potenciar a água nas várias vertentes como elemento agregador e potenciador do Alto Tâmega.

16
Nov

1.ª reunião de stakeholders do projeto KEEP ON

Decorreu a 16 de Novembro de 2018, a 1.ª reunião de stakeholders do projeto KEEP ON, aprovado no âmbito do programa INTERREG EUROPA e do qual a ADRAT é entidade parceira.

Na reunião foi apresentado o projeto e debatida a abordagem a seguir nas reuniões que se seguirão, nas quais serão recolhidos contributos a introduzir no Plano de Ação para a melhoria do instrumento político selecionado pela ADRAT, a Estratégia Integrada de Desenvolvimento Territorial do Alto Tâmega, da Comunidade Intermunicipal do Alto Tâmega.

Relembramos que o projeto KEEP ON tem como principal objetivo melhorar as políticas no setor do património cultural, permitindo que os projetos com financiamento público obtenham resultados sustentáveis e com impacto duradouro e sustentável no desenvolvimento regional.

 

2
Nov

Questionário TROCO2

A ADRAT, juntamente com a Dirección Xeral de Ordenación Forestal da Xunta da Galiza, está a desenvolver o “Estudo sobre as barreiras aos processos de agrupamento e profissionalização na gestão dos espaços florestais”.

 

O referido estudo pretende identificar os principais obstáculos à profissionalização e agrupamento na gestão de espaços florestais e implementar melhorias para a gestão florestal conjunta, analisando a possibilidade de converter em instrumento de financiamento do setor florestal o arranque de um Mercado Voluntário de Carbono.

 

Para que este projeto seja bem sucedido, é de vital importância a participação de todos os agentes envolvidos no setor florestal.

Por isso, solicitamos a Vossa colaboração, através do preenchimento do questionário, de modo a obter a máxima representatividade possível do setor.

 

Para responder online: https://troco2.eu/estudo-sobre-as-barreiras-aos-processos-de-agrupamento-e-profissionalizacao-na-gestao-de-espacos-florestais?lang=pt-pt

 
Se preferir pode descarregar o documento pdf  “Questionário TROCO2” e preencher e enviar para o email da adrat: geral@adrat.pt