alto tâmega

19
Mai

Sítio GIAHS do Barroso: Intervenção do Ministro da Agricultura

 

No âmbito da audição do Ministro da Agricultura, Desenvolvimento Rural e Florestas, na Comissão de Agricultura e Mar da Assembleia da República, do dia 16 de Maio, foram feitas intervenções relativas à classificação, pela FAO, do Barroso como Global Important Agricultural Heritage System, no seguimento do trabalho desenvolvido em parceria com a ADRAT e com os municípios de Boticas e Montalegre.

 

 

18
Mai

AVISO N.º 002/ADRAT/10212/2018

ANÚNCIO DE ABERTURA DE PERÍODO DE APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS
N.º 002/ADRAT/10212/2018 – PEQUENOS INVESTIMENTOS NA TRANSFORMAÇÃO E COMERCIALIZAÇÃO DE PRODUTOS AGRÍCOLAS

(Portaria n.º 152/2016, de 25 de maio, Portaria nº 249/2016 de 15 de setembro Portaria nº 238/2017 de 28 de julho e Portaria 48/2018 de 12 de fevereiro)

A submissão de candidaturas é efetuada entre 21 de maio (09:00:00) e 22 de julho de 2018 (16:00:59) ao abrigo do disposto na Portaria supra identificada, que estabelece o regime de aplicação da Ação n.º 10.2. do PDR 2020, na tipologia referida na alínea b) do art.º 2.º da referida Portaria nº152/2016, de 25 de maio.

 

Consultar documentação:

Aviso do concurso: Aviso N.º 002/ADRAT/10212/2018
Memória Descritiva:  Modelo Memória Descritiva
Portaria n.º 152/2016, de 25 de maio: Portaria n.º 152/2016, de 25 de maio
Portaria n.º 249/2016, de 15 de setembro: Portaria n.º 249/2016, de 15 de setembro
Portaria n.º 238/2017, de 28 de Julho: Portaria n.º 238/2017, de 28 de julho
Portaria n.º 48/2018, de 14 de Fevereiro: Portaria n.º 48/2018, de 14 de Fevereiro
Orientação Técnica Específica: Orientação Técnica Específica
Publicitação do Aviso : Publicitação aviso N.º 002/ADRAT/10212/2018

 

Informe-se em: http://www.pdr-2020.pt/, http://adrat.pt/ ou junto da ADRAT – Associação de Desenvolvimento da Região do Alto Tâmega.

18
Mai

Programa LIFE – Workshop de Capacitação

A ADRAT participou na sessão regional e no workshop de capacitação sobre o concurso 2018 do Programa LIFE, promovido pela Agência Portuguesa do Ambiente (APA).

Os eventos decorreram no dia 17 de Maio, no Instituto de Ciência e Inovação para a Bio-Sustentabilidade (IB-S), da Universidade do Minho, em Braga.

Mais informações sobre o Programa LIFE em: http://ec.europa.eu/environment/life/funding/lifeplus.htm

IBS UM

 

10
Mai

Alto Tâmega Florestal

 

Encontra-se já disponível a 1.ª edição da Newsletter do projeto “Programa de Apoio ao Reforço da Competitividade das PME do Setor Florestal do Alto Tâmega” aprovado no âmbito do programa NORTE 2020 – SISTEMA DE APOIO ÀS AÇÕES COLETIVAS “QUALIFICAÇÃO” cujo promotor é a Comunidade Intermunicipal do Alto Tâmega.

 

Pode consultar aqui a : Newsletter Alto Tâmega Florestal

8
Mai

Barroso Património Agrícola Mundial

PARLAMENTO CONGRATULOU REGIÃO DO BARROSO PELA CLASSIFICAÇÃO COMO PATRIMÓNIO AGRÍCOLA MUNDIAL

A Assembleia da República aprovou na quinta-feira, dia 26 de abril, por unanimidade, um voto de congratulação pela classificação da região do Barroso, que inclui os municípios de Boticas e Montalegre, como património agrícola mundial.

Esta classificação foi atribuída pela Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO) e a cerimónia de entrega do certificado realizou-se no passado dia 19 de abril, em Roma, Itália, onde está sediado este organismo.

O processo de candidatura à classificação do Barroso foi iniciado em 2016 pela Associação de Desenvolvimento da Região do Alto Tâmega (ADRAT), tendo sido, depois, formalizada junto da FAO pelo Ministério da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural.

A candidatura envolveu ainda a Direção Regional de Agricultura e Pescas do Norte (DRAPN), a Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD) e a Universidade do Minho (UM).

O território do Barroso foi designado primeiro sítio GIAHS – Sistema Importante do Património Agrícola Mundial em Portugal. Trata-se de uma iniciativa da FAO para a promoção e preservação do património agrícola.

Os sítios GIAHS (Globally Important Agricultural Heritage Systems) são sistemas agrícolas vivos, envolvendo as comunidades humanas numa relação intrincada com o território, com a paisagem cultural e agrícola, bem como com o ambiente biofísico e social.

A FAO é uma organização intergovernamental que tem como objetivos alcançar a segurança alimentar para todos e garantir que as pessoas tenham acesso a alimentos de boa qualidade para que possam levar uma vida ativa e saudável.

 

Fonte : CM Boticas

23
Abr

Entrega do Diploma de sítio GIAHS ao Barroso

No passado dia 19 de Abril, em Roma, decorreu o Fórum Internacional GIAHS, durante o qual foram entregues os certificados aos 14 novos sítios GIAHS (Global Important Agricultural Heritage Systems), recentemente designados a nível mundial pela FAO.

Entre estes sítios está o Sistema Agro-Silvo-Pastoril do Barroso, o primeiro sítio Português a ser reconhecido e um dos apenas 3 sítios de toda a Europa com esta classificação.

Na cerimónia efetuada, o certificado GIAHS foi recebido por uma pequena comitiva constituída pelos Presidentes dos Municípios de Montalegre e Boticas e pelo representante do Governo de Portugal junto da FAO em Roma.


 

Na sessão posterior, foi feita a apresentação pública global dos vários territórios certificados, tendo o sítio do Barroso sido apresentado pelo Secretário-Geral da ADRAT, que foi a entidade responsável pela elaboração da candidatura que conduziu a este reconhecimento da FAO.

23
Abr

Plataforma NATURAL.PT

A marca Natural.PT é uma marca registada pelo Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF), com vista à promoção dos produtos e serviços existentes nas Áreas Protegidas de Portugal.

Para cada Área Protegida está constituída uma Plataforma Local de Operacionalização e Gestão (PLOG), envolvendo as entidades mais relevantes de cada território.

No caso do Parque Nacional da Peneda-Gerês, os representantes da região do Alto Tâmega na PLOG são a ADRAT e o Município de Montalegre, que participaram no passado dia 18 de Abril, em Campo do Gerês, numa reunião da parceria, para avaliação do relatório de atividades 2016/2017 e análise do Plano de Atividades para 2018.

Podem consultar mais informações em https://www.natural.pt/portal

19
Abr

Fórum Internacional GIAHS em direto da FAO

Está a decorrer durante o dia de hoje o Fórum Internacional do Programa GIAHS, na sede da FAO em Roma.

Durante a sessão da tarde, serão entregues os diplomas de reconhecimento dos novos sítios GIAHS designados, entre os quais se encontra a região do Barroso, a 1ª a ser classificada em Portugal.

Este fórum conta com uma pequena mostra dos produtos do Barroso, bem como com a participação da ADRAT, que fará a apresentação do Sistema Agro-Silvo-Pastoril do Barroso.

Siga o evento em direto nesta ligação: http://www.fao.org/webcast/home/en/item/4679/icode/

11
Abr

1º sítio GIAHS em Portugal: Sistema Agro-Silvo-Pastoril do Barroso

 

Por ocasião do 6º Encontro do Grupo de Aconselhamento Científico do Programa GIAHS da FAO, foi designado o 1º sítio em Portugal: Sistema Agro-Silvo-Pastoril do Barroso. Este reconhecimento é o culminar de um processo iniciado em 2016, cuja candidatura à classificação deste território foi elaborada pela ADRAT e formalizada junto da FAO pelo Ministério da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural.

Recordamos que os sítios GIAHS (Globally Important Agricultural Heritage Systems) são sistemas agrícolas vivos, envolvendo as comunidades humanas numa relação intrincada com o território, com a paisagem cultural e agrícola, bem como com o ambiente biofísico e social.

 
Para mais informação sobre a designação agora atribuída e o programa GIAHS, consultar a página oficial em http://www.fao.org/giahs/news/news-in-2018/en/

 

 

 

 

2
Abr

Plano de Ação do projeto RATIO

No âmbito do projeto RATIO, foi apresentado o Plano de Ação para a melhoria de políticas de apoio à inovação, no passado dia 28 de Março em Vila Pouca de Aguiar.

A ADRAT foi uma das organizações stakeholders convidadas, num momento em que foi oportuno discutir os possíveis caminhos da inovação para as PME do meio rural e que ações são pertinentes serem desenvolvidas, quer para aferir o grau de inovação do tecido empresarial, quer os instrumentos financeiros ou administrativos ao dispor das empresas.