Projetos

15
Ago

Projeto da ADRAT aprovado pelo ERASMUS+ de Itália

A ADRAT tem um novo projeto ERASMUS+ aprovado. Com o acrónimo Rural Skills, é uma parceria estratégica para o intercâmbio de boas práticas, liderada pelo Grupo de Ação Local MontagnAppenino, apresentada a concurso em Março passado e agora aprovada pela Agência Nacional Italiana do Programa ERASMUS+.
Este projeto tem como principal objetivo consolidar competências específicas dos diferentes agentes (privados e públicos) de desenvolvimento rural e criar novas oportunidades para o emprego com aprendizagem não-formal. Os parceiros do projeto são sobretudo Grupos de Ação Local congéneres da ADRAT, oriundos de Itália, Letónia, Hungria, Bélgica, Croácia e Espanha.
Dentro de alguns dias será disponibilizada nova informação sobre o arranque das atividades deste projeto de cooperação transnacional.

19
Jul

Sessão de Apresentação Pública do Projeto EMER-N Empreendedorismo em Meio Rural na Região Norte

2 Milhões para estimular o empreendedorismo em meio rural

O projeto EMER-N pretende alcançar 688 empresas distribuídas por 86 municípios no norte do país, numa iniciativa inédita em termos de abrangência e de dinamização do empreendedorismo em territórios de baixa densidade populacional.

EMER-N, Empreendedorismo em Meio Rural na Região do Norte, é o único projeto a nível nacional que junta incubadoras de empresas, instituições de ensino superior, associações de desenvolvimento local numa rede de 15 entidades que funcionam como instrumento de alavancagem dos micro e pequenos negócios, adaptado aos condicionalismos e particularidades do meio rural.

Qualquer pessoa com uma ideia, mais ou menos desenvolvida, tem na EMER-N uma oportunidade de transformá-la num negócio. Da mesma forma, os micro e pequenos empresários que estejam a passar por dificuldades e que necessitem de ajuda para dar um novo impulso ao seu negócio encontram neste projeto ferramentas ao nível da inovação, da modernização e competitividade.

O investimento de 2 milhões de euros, assegurado por fundos Europeus e direcionado pelo programa Norte 2020, permite que pequenos empresários já estabelecidos e novos empreendedores tenham um apoio permanente de mentores e especialistas na estruturação dos seus negócios. O envolvimento das entidades de ensino superior está na base do apoio em consultoria especializada. Assim, mentores, docentes e investigadores dão auxílio constante e a título gratuito para que os empreendedores estejam a par dos processos de licenciamento, planos e modelos de negócio, e ainda fontes de financiamento.

O coordenador do projeto, Francisco Araújo, explica a finalidade deste projeto inovador que reúne parceiros públicos e privados para “criar uma envolvente positiva, de suporte ao aparecimento e crescimento das empresas e do emprego na região norte do país”. Francisco Araújo avança ainda que “neste momento já estão inscritos mais de 300 empreendedores na plataforma EMER-N, sendo que ambicionamos criar 150 novas empresas na Região Norte e alavancar mais de 1,5 milhões de euros de investimento”.

O projeto EMER-N é apresentado oficialmente em conferência de imprensa no dia 21 de julho, às 14h00, no Instituto Empresarial do Tâmega, em Amarante. A sessão vai contar com a presença do Ministro da Economia, Manuel Caldeira Cabral, bem como dos representantes dos municípios, parceiros locais e empreendedores.

 

Programa Inscrições 

18
Jul

Competitividade das PME do Setor Florestal do Alto Tâmega

Realizou-se no passado dia 14 de Julho, na ADRAT, uma reunião de trabalho com agentes do setor florestal do Alto Tâmega, concretamente do setor associativo e empresarial. Além da apresentação do ponto de situação da execução do projeto “Programa de Apoio ao Reforço da Competitividade das PME do Setor da Floresta do Alto Tâmega”, promovido pela Comunidade Intermunicipal do Alto Tâmega (CIMAT) e Associação de Municípios do Alto Tâmega (AMAT), com o apoio da ADRAT, foram abordados vários aspetos relacionados com o contexto do setor florestal na região e a necessidade de maior envolvimento e participação do setor empresarial neste tipo de iniciativas e projetos.
Neste momento está em curso o Diagnóstico do Setor Florestal e dos seus agentes, com a recolha de informação sobre as PME através de um questionário de resposta voluntária, a que se apela seja respondido por todas as empresas ligadas ao setor florestal e que está disponível para preenchimento e resposta online, na seguinte ligação: https://goo.gl/forms/Aww8QP98BVRstLBI3

28
Jun

Sessão de Esclarecimento SI2E

A CIM do Alto Tâmega e a ADRAT convidam todos os interessados a participar na Sessão de Esclarecimento, sobre o SI2E – Sistema de Incentivo ao Empreendedorismo e ao Emprego, a realizar no dia 6 de julho de 2017, pelas 14h30, na sede da ADRAT, sita na Avenida da Cooperação, Edifício Inditrans, Lote A1, n.º2, 5400-673 Outeiro Seco.

Pode consultar a documentação sobre o SI2E aqui.

23
Jun

Reunião de Stakeholders do Projeto CRINMA, em Ourense

Decorreu no passado dia 20 de Junho, no Balneário de Laias, em Ourense, Espanha, a 1ª reunião de stakeholders do projeto CRINMA, aprovado na 2ª convocatória do programa Interreg Europa. O parceiro português é o Município de Montalegre que, conjuntamente com o parceiro espanhol INORDE, irá abordar como o POCTEP, enquanto programa operacional de apoio aos territórios transfronteiriços,  poderá melhorar o apoio à valorização e à promoção do património cultural das regiões de montanha transfronteiriças. Esta reunião, na qual a ADRAT participou na qualidade de stakeholder convidado para o grupo de trabalho, teve também a participação de representantes da Subdireção Geral de Cooperação Territorial Europeia e Desenvolvimento Urbano do POCTEP, bem como do Serviço de Gestão e Seguimento do POCTEP da Xunta da Galiza.

12
Jun

Reunião de Stakeholders do projeto RATIO (INTERREG EUROPA)

A ADRAT, como membro convidado do Grupo de Stakeholders do projeto RATIO (desenvolvido ao abrigo do programa INTERREG EUROPA), participou no passado dia 07 de Junho, em Vila Pouca de Aguiar, em mais uma reunião de trabalho e acompanhamento deste projeto que contou também, entre outras entidades, com a participação da Autoridade de Gestão do Programa Operacional  COMPETE.

O projeto RATIO, tem o Município de Vila Pouca de Aguiar como único beneficiário de Portugal, integrado numa parceria de 9 entidades de 8 países da União Europeia, visando melhorar as políticas públicas de apoio à inovação da empresas do meio rural.

7
Jun

AVISO N.º NORTE-M8-2017-11

Aviso de abertura do SISTEMA DE INCENTIVOS AO EMPREENDEDORISMO E AO EMPREGO (SI2E)


 

 

 

 

 

 

 

 

Apoio à Apresentação de Candidaturas ao SI2E

Acesso ao Balcão 2020 para submissão de candidaturas

 

Consulte a Documentação de Apoio:

Anexo A – Enquadramento na EDL

Anexo B – Enquadramento PROVERE

Anexo C – SI2E – Referencial de análise de mérito ADRAT

Anexo D – Documentos apresentar candidatura

Anexo E – Lista de profissões com géneros sub-representados

Anexo F – Território de Intervenção GAL

Anexo G – Deliberação CIC e lista territórios de baixa densidade

Anexo H – Domínios prioritários da RIS3

Anexo I – Memória Descritiva Mapa de Investimentos BP-DR-ADRAT

Anexo J –  Ficha de Verificação de Regras Ambientais

Anexo K – Ficha de Verificação de Igualdade e Oportunidades

 

Também pode consultar o aviso de abertura em https://www.portugal2020.pt/Portal2020/Candidaturas-abertas-auto

4
Jun

ADRAT convidada para o Workshop GIAHS para a Europa e Ásia Central, Roma

29 May 2017, Rome, Italy – The Globally Important Agricultural Heritage Systems (GIAHS) European Workshop: Ideas and Experience-Sharing on GIAHS in Europe and Central Asia, FAO headquarters (Iraq Room).
Photo credit must be given: ©FAO/Cristiano Minichiello. Editorial use only. Copyright ©FAO.

A ADRAT participou no passado dia 29 de maio, no Workshop da FAO dedicado ao Programa GIAHS para a Europa e Ásia Central, tendo sido uma das 5 entidades convidadas a apresentar um sítio potencial para obter a classificação GIAHS, no caso o território do Barroso. Este workshop internacional teve a participação de cerca de 100 pessoas, desde delegados governamentais, representações permanentes junto da FAO, investigadores e cientistas, professores universitários até às associações profissionais e ONG, oriundas de 36 países (incluindo delegações convidadas de países da América Latina). Para consultar mais detalhes do programa realizado, podem aceder à página seguinte: http://www.fao.org/giahs/news/detail-events/en/c/885956/

30
Mai

ADRAT vai apresentar proposta de classificação do Barroso como território GIAHS/FAO

O GIAHS (Globally Important Agricultural Heritage Systems) é um programa da FAO (Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura), que classifica territórios mundialmente relevantes em matéria de sistemas agro-culturais, promovendo a salvaguarda do seu património e a conservação dinâmica das suas práticas e paisagens agrárias. Nesse sentido, a ADRAT tem vindo a preparar o processo de candidatura do território do Barroso, com vista ao seu reconhecimento como GIAHS. Esta candidatura, que tem vindo a envolver ao longo dos últimos meses, várias entidades locais, regionais e nacionais, será brevemente concluída com a apresentação do dossier à FAO, num processo conjunto entre a ADRAT e o Ministro da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural. Em consequência desta iniciativa da ADRAT e do Governo português, que será a primeira do género em toda a Europa, a ADRAT foi convidada a participar no workshop internacional da FAO, sobre o GIAHS para a Europa e Ásia Central, em Roma, nos dias 29 e 30 de Maio, no qual fará uma apresentação formal do Barroso como potencial sítio GIAHS em Portugal.

Consulte aqui a documentação provisória:


 

23
Mai

ADRAT com novo projeto POCTEP aprovado

No âmbito do 1º concurso do Programa POCTEP (Programa INTERREG V-A Espanha-Portugal 2014-2020), foi aprovado o projeto TROCO2 – Mercado Transfronteiriço de Intercâmbio de Carbono, tendo como parceiros portugueses a ADRAT e a Comunidade Intermunicipal do Alto Tâmega (CIMAT) e como parceiros espanhóis a Conselleria de Medio Rural da Xunta da Galiza, a Asociación de Empresarios de Transporte Discrecional de Mercancías de Pontevedra e a Cámara de Comercio de Pontevedra, Vigo y Vilagarcía de Arousa, que é também o beneficiário principal. O objetivo principal deste projeto de cooperação é melhorar o aproveitamento económico das florestas, com uma série de atividades que favoreçam a exploração comercial das florestas no âmbito das oportunidades que oferecem os mercados de carbono.