Projetos Europeus

30
Nov

Reunião de stakeholders do projeto CRinMA

Decorreu no dia 28 de Novembro de 2018, mais uma reunião de stakeholders no âmbito do projeto CRinMA, INTERREG EUROPA, que tem como parceiros entidades das áreas transfronteiriças de montanha.

Durante a reunião realizou-se o ponto de situação do projeto, tanto no que se refere às visitas de estudo realizadas assim como em relação às boas práticas de projetos e iniciativas de preservação e proteção do património cultural, apresentadas pelos parceiros deste projeto.

Esta reunião de stakeholders teve como intuito a recolha de contributos para a elaboração do plano de ação para a valorização dos recursos culturais nas áreas de montanha transfronteiriça, através da melhoria do Programa Operacional POCTEP.

Além da ADRAT, estiveram presentes agentes relevantes na área do património cultural, tanto de Portugal como de Espanha.

 

 

2
Nov

Questionário TROCO2

A ADRAT, juntamente com a Dirección Xeral de Ordenación Forestal da Xunta da Galiza, está a desenvolver o “Estudo sobre as barreiras aos processos de agrupamento e profissionalização na gestão dos espaços florestais”.

 

O referido estudo pretende identificar os principais obstáculos à profissionalização e agrupamento na gestão de espaços florestais e implementar melhorias para a gestão florestal conjunta, analisando a possibilidade de converter em instrumento de financiamento do setor florestal o arranque de um Mercado Voluntário de Carbono.

 

Para que este projeto seja bem sucedido, é de vital importância a participação de todos os agentes envolvidos no setor florestal.

Por isso, solicitamos a Vossa colaboração, através do preenchimento do questionário, de modo a obter a máxima representatividade possível do setor.

 

Para responder online: https://troco2.eu/estudo-sobre-as-barreiras-aos-processos-de-agrupamento-e-profissionalizacao-na-gestao-de-espacos-florestais?lang=pt-pt

 
Se preferir pode descarregar o documento pdf  “Questionário TROCO2” e preencher e enviar para o email da adrat: geral@adrat.pt

9
Out

Projeto SIMRA publica revista

O projeto SIMRA (Social Innovation in Marginalised Rural Areas) financiado pelo programa europeu Horizonte 2020 publicou recentemente uma revista sobre exemplos de inovação social em áreas de montanha.

Um dos exemplos abordados foi um projeto de Vila Pouca de Aguiar chamado “EconoMountain”.
Trata-se de uma iniciativa que visa criar novas atividades económicas e utilizar os recursos de forma a reduzir a reduzir a biomassa e controlar os fogos florestais.

O projeto é inovador já que se trata uma nova técnica de pastoreio utilizando cabras para limpar os pastos de montanha, atuando, assim, como controle da biomassa em caso de incêndio.

As cabras estão adaptadas a este tipo de pastoreio e devido à sua agilidade elas podem aceder a determinados locais mais isolados e adaptar-se às condições climáticas da região. Contribuem desta forma para revitalizar as áreas de montanha abandonadas, e fornecem benefícios ambientais, reduzindo para um 50% a atividade de limpeza mecânica.

Para ler a publicação consulte: Exemplos de Inovação Social em Áreas de Montanha

4
Out

Mesa Redonda – AguiarFloresta

Mesa Redonda  – “O presente e o futuro da floresta”

A propósito dos 15 anos de existência da Aguiarfloresta, associada da ADRAT, realizou-se em Vila Pouca de Aguiar, na noite do dia 03 de Outubro, uma mesa redonda acerca das problemáticas, das oportunidades e desafios do setor e do associativismo florestal na região.

A ADRAT foi uma das duas entidades convidadas a expor as suas perspetivas, desde logo pela sua experiência no trabalho com organizações do setor e pela sua atual participação no projeto de cooperação transfronteiriça TROCO2, dedicado à valorização da floresta como sumidouro de carbono e sua integração num mercado transfronteiriço de carbono florestal.

 

1
Out

Reunião de Parceiros Projeto KEEP ON – Ourense

A ADRAT participou no passado 27 e 28 de Setembro na 1ª reunião de parceiros e visita de estudo do projeto KEEP ON, aprovado no âmbito do programa INTERREG EUROPA e do qual a ADRAT é parceiro.

Durante a reunião de parceiros houve uma breve apresentação de cada instituição parceira do projeto e uma apresentação de todas as atividades a desenvolver durante a execução do projeto. Foram também apresentados os instrumentos políticos que serão abordados durante o projeto, no caso da ADRAT será a Estratégia Integrada de Desenvolvimento Territorial do Alto Tâmega da CIM do Alto Tâmega.

6
Ago

TE.EN.FARM: o novo projeto ERASMUS+ da ADRAT

A ADRAT participou ativamente na elaboração de uma candidatura, no primeiro trimestre de 2018, ao concurso do Programa ERASMUS+ promovido pela Agência Erasmus+ de Itália, numa parceria liderada pelo CESAR – Centro para o Desenvolvimento Agrícola e Rural. Estiveram em análise as 139 candidaturas admitidas no concurso, das quais foram aprovadas 24, entre elas o projeto TE.EN.FARM – Teaching Entrepreneurship for New Farmers, classificada em 7º lugar, com uma avaliação de 91.5 pontos.

Este projeto pretende promover um currículo formativo no ensino do Empreendedorismo na Agricultura e participar num debate alargado sobre e redefinição das prioridades da Educação e Formação na União Europeia. Será sobretudo dirigido aos estudantes e docentes do ensino secundário e profissional.

Com início previsto para outubro de 2018, terá uma duração de 2 anos. A parceria integra 8 organizações de 6 países (Itália, Portugal, Bulgária, Noruega, Alemanha e Holanda).

23
Jul

TROCO2 – Ensaio Piloto de Certificação de Pegada de Carbono

O projeto TROCO2 lança o procedimento de inscrição para as empresas que desejem participar no ensaio piloto de certificação de pegada de carbono.

 

O objetivo deste ensaio piloto é oferecer às empresas do sector transporte rodoviário de mercadorias a oportunidade de medir os gases de efeito estufa, emitidos por efeito direto e indireto, e procedentes do desenvolvimento da sua atividade, até à certificação da sua pegada de carbono.

Para tal, o Projeto TROCO2 oferece o serviço de acompanhamento, assessoria e seguimento do processo completo de cálculo da pegada de carbono. Em nenhum caso, o projeto assumirá os custos de certificação da pegada de carbono.

 

Com a participação das empresas neste ensaio piloto, o Projeto TROCO2 tem o objetivo de alcançar um mínimo de 3 tm equivalentes de CO2, correspondente à soma total das tm certificadas nas empresas participantes.

 

A participação no Projeto não pressupõe nenhum custo para a empresa.

 

Para mais informações consulte a página do projeto:

https://troco2.eu/news-posts/ensaio-piloto-de-certificacao-de-pegada-de-carbono?lang=pt-pt

6
Jul

1º projeto EEA GRANTS aprovado para a ADRAT

Pela 1ª vez a ADRAT tem aprovada uma candidatura ao fundo EEA GRANTS. Trata-se do projeto SOCIALNEET, que visa a reintegração de jovens que se encontram fora do mercado de trabalho e de instituições educacionais ou formativas (NEET). A designação NEET resulta da expressão em inglês “Not in Education, Employment, or Training”.

O projeto SOCIALNEET foi apresentado em agosto de 2017 a um concurso do Fundo EEA GRANTS e da Noruega para o Emprego Jovem, pelo Instituto de Estudos Económicos e Sociais (INMEKO). Tem um total de 8 parceiros de 7 países (Grécia, Portugal, Espanha, Itália, Letónia e Eslovénia) e um “expertise partner”, que será a Rede Europeia das Cidades e Regiões para a Economia Social. Com um período de execução de 3 anos, está previsto iniciar-se em setembro de 2018.

O principal objetivo do projeto é estabelecer soluções inovadoras de negócios na área social e a procura de emprego em empresas sociais, dirigido a jovens entre os 18 e os 29 anos de idade.

O Fundo EEA GRANTS representa a contribuição da Islândia, Liechtenstein e Noruega para reduzir as disparidades económicas e sociais, bem como fortalecer as relações bilaterais com 15 países das regiões Central, Sul e Báltica da União Europeia.

5
Jul

CULINART: novo projeto ERASMUS+ da ADRAT

Em janeiro de 2018 e com a participação da ADRAT como um dos beneficiários, foi apresentado à Agência Executiva para a Educação, Audiovisual e Cultura (EACEA), organismo central da Comissão Europeia, um projeto para o Programa ERASMUS+, Ação-chave 3 de Apoio à Reforma de Políticas, designado CULINART. Este projeto é liderado pelo Colégio Internacional em Dobrich (Bugária), numa parceria com 9 beneficiários efetivos de 6 países (Bulgária, Espanha, França, Itália, Portugal e Turquia), mais 4 parceiros associados (dos quais se destaca a Agência Nacional para a Qualificação e o Ensino Profissional, ANQEP).

O projeto CULINART foi um dos 15 projetos aprovados a nível Europeu no final do mês de junho de 2018, dum total de 54 candidaturas apresentadas. O projeto ambiciona promover a qualidade e a relevância da oferta de formação profissional nas artes culinárias de acordo com as necessidades do mercado de trabalho e com vista ao aumento da empregabilidade jovem, à mobilidade transnacional e à progressão na carreira.

A começar em outubro de 2018, terá um período de execução de 2 anos.

22
Jun

Jornada inicial do projeto TROCO2

Decorreu no dia 21 de Junho, nas instalações da ADRAT, a jornada inicial do projeto TROCO2 – Mercado Transfronteiriço de Intercâmbio de Carbono, apoiado pelo INTERREG POCTEP.

 

O objetivo geral deste projeto é aumentar a eficiência das florestas no espaço fronteiriço Galiza-Norte de Portugal na mitigação de alterações climáticas, através do desenvolvimento e gestão da capacidade de captura de CO2 (sumidouros de carbono), impulsionando a economia de baixo carbono no setor de transporte (pela compensação da pegada de carbono).

 

Além da apresentação do projeto, foram efetuadas diversas outras intervenções com oradores convidados, das quais se destacam algumas importantes conclusões: a necessidade de intervir e gerir de forma sustentável as áreas comunitárias; a relevância socioeconómica de um projeto transfronteiriço com os objetivos que o TROCO2 definiu; a importância e oportunidade a se promover uma nova cultura territorial em torno dos espaços florestais e a inerente interação do Homem e das suas atividades com o ciclo de carbono, o efeito de estufa e as alteração climáticas.

 

Mais informações sobre o projeto na página https://troco2.eu/?lang=pt-pt

 

Também podem seguir o projeto nas respetivas páginas das redes sociais:

Twitter: https://twitter.com/ProyectoTroco2,

Youtube: https://www.youtube.com/channel/UClixvXjuNuIcI0KImmNYmIA?disable_polymer=true

Facebook: https://www.facebook.com/proyectotroco2