Em Destaque

6
Nov

Criada Associação Portuguesa Lagares Rupestres em Valpaços

O Presidente da Câmara Municipal de Valpaços, Amílcar Almeida, foi o anfitrião de uma cerimónia que contou, ainda, com a presença do Secretário de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, João Sobrinho Teixeira.

Os lagares rupestres existentes em toda a bacia Mediterrânica estão associados à forma mais primitiva de produzir vinho. Muitos deles anteriores à nossa era e cujo uso se prolongou ao longo dos séculos. Na Península Ibérica está identificado um elevado número destes lagares com particular incidência no Concelho de Valpaços.

No sentido de promover o desenvolvimento do Concelho, o Município de Valpaços com a colaboração de associações locais, nomeadamente a AVITRA e a CVRTM, promoveu a realização do I Simpósio Ibérico de Lagares Rupestres no ano transacto, a que se seguiram outros encontros transfronteiriços visando não só a troca de informações entre arqueólogos, enólogos, entre outros.

No seguimento da estratégia de desenvolvimento daquele sector, nasceu no passado sábado, 3 de Novembro, em Valpaços, a Associação Portuguesa dos Lagares Rupestres.

A Casa do Vinho foi o ponto de encontro para responsáveis autárquicos, de universidades, de associações, entre outros, para formalizar a subscrição de Escritura, com vista a posteriormente ser preparada a candidatura dos lagares rupestres a Património da Humanidade.

A presidir a sessão, Amílcar Almeida, reiterou que a iniciativa visa, sobretudo “valorizar e dinamizar o nosso património arqueológico e natural”. Para o edil foi dado “um importante passo em prol do desenvolvimento do concelho de Valpaços, pois acreditamos que, através da Associação Portuguesa de Lagares Rupestres, Valpaços será um efectivo e incontornável roteiro nacional e internacional, pautado pelas demais riquezas que encerra e oferece”.

O Presidente da Câmara Municipal de Valpaços lembrou, em jeito de homenagem, o trabalho efectuado pelo Professor Adérito Medeiros Freitas, personagem ilustre de Valpaços e autor de uma vasta obra de inventariação do património do concelho, bem como Augusto Lage, que como dirigente da AVITRA – Associação de Viticultores Transmontanos – tem-se empenhado em todo o processo de divulgação e valorização dos Lagares Rupestres.

No primeiro acto oficial em Valpaços, o Secretário de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, João Sobrinho Teixeira, lembrou a necessidade de “conjugação de esforços entre associações e autarquias no sentido de levar mais além todas as potencialidades deste território ímpar”.

Na cerimónia participaram, ainda, entre outros, o Director Regional de Agricultura e Pescas do Norte, Manuel Cardoso, a Presidente da Câmara Municipal de Mirandela, Júlia Rodrigues, e a Alcalde de Oimbra, Ana Pardo.

 

Fonte da Notícia: Município de Valpaços

23
Out

Gestão de Áreas Comunitárias e a Certificação Florestal

A ADRAT organizou mais uma visita técnica de estudo, no dia 19 de outubro, desta vez à Galiza, para conhecer os Montes Vecinales en Mano Común (MVMC) de O Carballo.
Os MVMC são uma figura de propriedade particular coletiva de tipo germânico e representam a sobrevivência do sistema tradicional de aproveitamento das serras, que genericamente sempre se caracterizou pelo usufruto comum por parte dos vizinhos (habitantes).

Os MVMC do Carballo, com uma área de 716 hectares é considerado um caso paradigmático de autogestão e valorização dos múltiplos usos e serviços que as florestas podem gerar. Sendo desde 2009 exclusivamente gerida pela Comunidade de Veciños, foi o 1º caso de MVMC a obter a Certificação da Gestão Florestal ao abrigo do sistema FSC (ano 2011), possuindo também a certificação do sistema PEFC (ano 2015).

Além dos aproveitamentos tradicionais florestais (lenho), tem promovido várias outras atividades associadas aos recursos florestais (pecuária equina e suína, cogumelos, mel e resina), bem como atividades de índole social (“Rapa das Bestas”, Festa do Porco Celta, Festa do Comuneiro, etc.).

Dentro desta área encontram-se classificadas como Rede Natura 2000, duas Zonas Especiais de Conservação (ZEC – Diretiva Habitats).

  

18
Out

Equipa Técnica da ADRAT recebe formação

A Equipa Técnica Local recebeu, esta terça-feira dia 16 de outubro, formação prática em contexto de trabalho.
A ação de formação realizou-se em Lisboa organizada pela Autoridade de Gestão do PDR no sentido de formar os técnicos analistas com o objetivo de divulgar boas práticas e reforçar a correta aplicação de determinados procedimentos utilizados para análise de projetos.

18
Out

Agência de Notícias do Japão visitou o Sítio GIAHS do Barroso

A ADRAT organizou, a pedido da principal agência noticiosa do Japão, a Kyodo News (agência de notícias cooperativa, fundada em 01 de Novembro de 1945), uma visita ao Sistema Agro-Silvo-Pastoril do Barroso, reconhecido pela FAO como Sistema Importante do Património Agrícola Mundial (SIPAM/GIAHS), que decorreu no passado dia 16 de outubro.
Esta solicitação da agência japonesa, surge na sequência da designação atribuída ao Barroso, cuja candidatura à FAO foi elaborada pela ADRAT.
Durante a visita, os jornalistas entrevistaram diversos agricultores e criadores pecuários, bem como responsáveis autárquicos e dirigentes de organizações do setor agro-pecuário.
De igual modo, houve oportunidade de observar e comentar o sistema agrícola in loco, bem como degustar alguns dos produtos alimentares mais emblemáticos do Barroso.
Com esta visita e reportagem, espera-se que sejam publicados diversos artigos acerca do Barroso enquanto Sistema Importante do Património Agrícola Mundial, em diferentes meios de comunicação escrita (jornais e revistas), do Japão.

17
Out

Atelier “Vem meter as mãos no barro”

No seguimento da iniciativa piloto “Revitalizar Vilar – Revitalização da Olaria Negra de Vilar de Nantes” do Projeto CREATOUR – “Desenvolver Destinos De Turismo Criativo em Cidades de Pequena Dimensão e em Áreas Rurais”, foi desenvolvido o atelier “Vem meter as mãos no barro”, no dia 16 de outubro de 2018, pelas 15h00, na Escola Secundária Dr. Júlio Martins, com os alunos do 9.º I. Nesta atividade, os alunos da turma I do 9.º ano, puderam experimentar o manuseamento do barro e, através de algumas técnicas de modelação, criar as suas primeiras peças.

Julgamos que foi uma experiência positiva e agradecemos o envolvimento e disponibilidade do corpo docente que acompanhou a atividade e dos seus dirigentes, bem como a presença da Equipa Técnica do CREATOUR e do Sr. Presidente da Junta de Freguesia de Vilar de Nantes.

 

16
Out

Novos Projetos Aprovados

Recentemente a ADRAT recebeu a aprovação de três projetos no âmbito dos programas nacionais: PROVERE, NORTE2020 e POISE.

 

O projeto “Portal do Alto Tâmega” é um projeto âncora aprovado no âmbito do programa PROVERE, tem como principal objetivo a criação de um portal digital da região do Alto Tâmega, agregando informação diversa sobre a região, sendo também um espaço de promoção e divulgação institucional e empresarial, bem como dos respetivos seus recursos endógenos.

 

O projeto “Reforço da capacitação de atores e redes de promoção de ações de desenvolvimento” foi aprovado no âmbito do NORTE2020 Capacitação Institucional e TIC.

Através deste projeto a ADRAT pretende desenvolver um conjunto de ações capazes de melhorar as respostas técnicas da ETL (Estrutura Técnica Local), dos parceiros da ADRAT e de outros atores do território.

 

O projeto “Formação Modular para Empregados e Desempregados” foi recentemente aprovado no âmbito do POISE: Programa Operacional Inclusão Social e Emprego.

Através deste projeto a ADRAT pretende apoiar a qualificação dos recursos humanos, fomentando o ajustamento das ofertas formativas às características territoriais e demográficas; e também potenciar a empregabilidade da população ativa (empregados e desempregados da região do Alto Tâmega), através do aumento da sua adaptabilidade por via de competências requeridas pelo mercado de trabalho.

12
Out

Certificação Florestal – Visita técnica a Navarra

A ADRAT, em coordenação com a CIMAT, organizou e participou ativamente numa visita técnica sobre Certificação Florestal à Comunidade Foral de Navarra, em Espanha, que se realizou nos dias 9 e 10 de outubro.  A região de Navarra é uma das regiões com maior percentagem de área florestal certificada da União Europeia (cerca de 62%) e a primeira no que respeita aos países do sul da Europa.

O programa incluiu diferentes reuniões de trabalho e visitas de campo, com entidades e organizações com competências diretas no setor e na certificação florestal: Governo de Navarra (representado pelo Chefe do Serviço de Meio Ambiente, que tutela a Certificação Florestal Regional de Navarra), Associação Florestal de Navarra (cujo Diretor é também o Presidente do Sistema PEFC de Navarra), Associação de Empresários da Madeira de Navarra (representada pela sua Gerente-Executiva), Autoridades Locais Gestoras de áreas florestais comunitárias e indústria do papel.

A comitiva do Alto Tâmega constituiu-se sobretudo por técnicos do setor florestal, quer das Organizações de Produtores Florestais (OPF), quer dos Gabinetes Técnicos Florestais (GTF).

Esta visita técnica faz parte de um conjunto de ações de trabalho conjuntas, no âmbito de um projeto da CIMAT que visa a melhoria da competitividade dos agentes do setor florestal e a sua capacitação para a certificação da gestão florestal sustentável.

9
Out

Projeto SIMRA publica revista

O projeto SIMRA (Social Innovation in Marginalised Rural Areas) financiado pelo programa europeu Horizonte 2020 publicou recentemente uma revista sobre exemplos de inovação social em áreas de montanha.

Um dos exemplos abordados foi um projeto de Vila Pouca de Aguiar chamado “EconoMountain”.
Trata-se de uma iniciativa que visa criar novas atividades económicas e utilizar os recursos de forma a reduzir a reduzir a biomassa e controlar os fogos florestais.

O projeto é inovador já que se trata uma nova técnica de pastoreio utilizando cabras para limpar os pastos de montanha, atuando, assim, como controle da biomassa em caso de incêndio.

As cabras estão adaptadas a este tipo de pastoreio e devido à sua agilidade elas podem aceder a determinados locais mais isolados e adaptar-se às condições climáticas da região. Contribuem desta forma para revitalizar as áreas de montanha abandonadas, e fornecem benefícios ambientais, reduzindo para um 50% a atividade de limpeza mecânica.

Para ler a publicação consulte: Exemplos de Inovação Social em Áreas de Montanha

8
Out

Agência Japonesa de notícias Kyodo visita região do Barroso

No próximo dia 16 de outubro a Agência Japonesa de notícias Kyodo irá visitar a região do Barroso para escrever um artigo de jornal dirigido ao público Japonês sobre a classificação desta região como GIAHS (Globally Important Agriculture Heritage Systems).

Será realizada uma visita à região e serão realizadas entrevistas a alguns atores locais que descreverão o Sistema Agro-Silvo-Pastoral do Barroso, bem como a importância desta classificação da FAO para a preservação desta paisagem.

5
Out

Projeto CREATOUR

O Projeto CREATOUR tem como objetivo geral apoiar a revitalização de uma freguesia que contém saberes procurando dinamizar e divulgar o Barro Negro de Vilar de Nantes.
Em breve terão início as atividades propostas no projeto pelo que, a quem estiver interessado, sugerimos que esteja atento às datas apresentadas para analisar a disponibilidade em participar nos ateliers, workshops e por último, assistir à exposição final, a realizar durante o mês de Dezembro de 2018.

http://adrat.pt/tag/creatour/